O UNAIDS está profundamente preocupado com relatos de perseguições e detenções de ativistas pelos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e intersex (LGBTI) enquanto exercem pacificamente seus direitos à liberdade de expressão e de associação. O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS se preocupa também com os relatos de discriminação, repressão e culpabilização, Leia Mais

Organismos da ONU se unem ao O’Neill Institute for National and Global Health Law (Instituto O’Neill de Direito Sanitário Nacional e Global, na tradução livre para o português) da Universidade de Georgetown para a criação de um laboratório online que reúne e compartilha documentos jurídicos de mais de 190 países em todo o mundo., Leia Mais

O UNAIDS está profundamente triste com o falecimento de Renate Koch, uma pioneira no campo do ativismo em justiça social, feminismo e igualdade de direitos.

“Como podemos criar um ambiente onde as pessoas LGBT+ se sintam cada vez mais livres para ser quem elas são?” Esta é uma das perguntas que o Sistema ONU levanta no terceiro e último vídeo da série Capital Trans: O que a sua empresa tem feito para acolher a diversidade?, lançado hoje como parte, Leia Mais

A COVID-19 encontrou um mundo muito desigual e está colocando em evidência e agravando as desigualdades econômicas e de gênero. A resposta global ao HIV nos ensinou que apenas uma abordagem baseada em direitos, enraizada na valorização de todas as pessoas, de forma igualitária, nos ajudará a superar a COVID-19 e outras pandemias que, Leia Mais

O UNAIDS pede aos países que adotem uma abordagem baseada em direitos humanos para responder ao surto global de COVID-19. Esta abordagem deve colocar as pessoas no centro e respeitar os direitos e a dignidade de todos. Para ajudar a orientar governos, comunidades e outras partes interessadas no planejamento e implementação de medidas para, Leia Mais

Como parte das celebrações do Dia da Visibilidade Trans (29/1), o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) no Brasil e a representação do Alto Comissariado das Nações Unidas para Direitos Humanos (ACNUDH) no Brasil, através das campanhas Livres & Iguais e Zero Discriminação, realizaram uma reunião técnica com pessoas trans, parceiras e parceiros vindos de diversas, Leia Mais

A saúde não deve ser um privilégio dos ricos— o direito à saúde pertence a todos

O UNAIDS pede aos governos a garantia de que o direito à saúde seja alcançado por todos, a partir da priorização dos investimentos públicos em saúde. Pelo menos metade da população mundial não consegue acessar serviços essenciais de saúde. A cada dois minutos uma mulher morre ao dar à luz. Entre as pessoas deixadas, Leia Mais

“Profissionais do sexo estão 13 vezes mais expostas ao risco de infecção pelo HIV do que a população mundial no geral. Mesmo na Austrália, onde o trabalho sexual é descriminalizado, temos a mesma taxa de infecção que a população em geral. Essa é a evidência da importância do ambiente jurídico legal”, disse Jules Kim,, Leia Mais

“A epidemia do HIV é uma epidemia de direitos humanos. Uma epidemia de perda de direitos humanos e, em alguns casos, abuso e violação.” Com essas palavras, Kate Gilmore, Vice-alta-comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, abriu a Consulta sobre a Promoção dos Direitos Humanos na Resposta ao HIV.