A profilaxia pré-exposição (PrEP) é administrada por meio de uma pílula feita de uma combinação de medicamentos. Foi comprovado que a PrEP é altamente eficaz na prevenção do HIV para pessoas que não vivem com HIV. Ela está sendo implementada ou experimentada em diversos países, incluindo o Reino Unido. A especialista em PrEP Rosalind Coleman falou ao UNAIDS sobre o método. 

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, recebe esta semana (9 a 11/9) líderes municipais e globais para a Fast-Track Cities 2019 (Cidades Fast-Track 2019, na tradução livre para o portguês), a primeira conferência de mais de 300 cidades que priorizam suas respostas ao HIV, tuberculose (TB) e hepatites virais em suas localidades. 

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) promoveu, na segunda-feira (26), em Salvador (BA), o segundo workshop da série “Comunicação e Zero Discriminação em HIV e AIDS”. O evento, realizado no auditório do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB), é uma ação do UNAIDS com apoio do IRDEB e do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e, Leia Mais

Com base em novos dados que avaliam os benefícios e riscos, a OMS recomenda a utilização do dolutegravir (DTG) como o principal tratamento de primeira e segunda linha para todas as populações, incluindo as mulheres grávidas e aquelas com potencial para engravidar.

O ritmo do progresso na redução de novas infecções por HIV, o aumento no acesso ao tratamento e a queda nas mortes relacionadas à AIDS estão se desacelerando de acordo com um novo relatório divulgado hoje (16/7) pelo UNAIDS. O relatório Communities at the centre (Comunidades no centro, na tradução livre para o português),, Leia Mais

A epidemia de HIV pôs em destaque as muitas falhas da sociedade. Onde há desigualdades, desequilíbrios de poder, violência, marginalização, tabus, estigma e discriminação, o HIV toma conta.

Os jovens desempenham um papel essencial na criação de demanda, nas relações com o cuidado e na utilização de serviços para o HIV e serviços de saúde e direitos sexuais e reprodutivos. A conclusão é de um estudo realizado pela empresa britânica de interesse comunitário e caritativo Watipa e encomendado pelo UNAIDS e pelo, Leia Mais

Em 2019, 48 países e territórios impõem alguma forma de restrição com base no estado sorológico ou exigem um teste de HIV, o que impede as pessoas vivendo com HIV de entrar, transitar ou estudar, trabalhar ou residir legalmente em um país, exclusivamente com base em seu estado sorológico positivo para o HIV.

Alcançar o acesso à saúde universal em um país é uma meta ambiciosa, mas transformadora. As comunidades são essenciais para a resposta à AIDS e serão essenciais para o sucesso da implantação da saúde universal (conhecida em inglês pela sigla UHC, de Universal Health Coverage).

Em setembro de 2018, durante o Fórum de Cooperação China-África (FOCAC), em Pequim, a primeira-dama da China, a professora Peng Liyuan, e as primeiras-damas da África, iluminaram um laço vermelho, no centro da sala de reuniões, para lançar oficialmente a Iniciativa Conjunta do Encontro Temático China-África para Prevenção e Controle do HIV/AIDS.