Para o Dia Internacional da Visibilidade Trans (31 de março) 2018, o UNAIDS conversou com ativistas trans sobre os desafios que enfrentam e a importância de melhorar a visibilidade das pessoas trans.

Kimi Avalos é uma jovem trans que mora em Buenos Aires, na Argentina. Por causa do estigma e da discriminação, ela não pôde continuar seus estudos e concluir o ensino médio. Ela diz que sofreu bullying e assédio; seus colegas de classe a insultaram e agrediram fisicamente, sob o olhar indiferente de seus professores., Leia Mais

  No Dia Internacional da Mulher, o mundo celebra o poder das organizações de mulheres e de ativistas que promovem o direito das mulheres à saúde, à igualdade de gênero e ao empoderamento. O empoderamento e a liderança das mulheres são fundamentais para garantir o sucesso de todos os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Embora os números de novas infecções por HIV e mortes relacionadas à AIDS entre jovens tenham diminuído globalmente, em muitos lugares o conhecimento sobre a prevenção do HIV permanece preocupantemente baixo. Antes do Dia Mundial da Juventude, o UNAIDS conversou com quatro jovens sobre os desafios que enfrentam em relação ao HIV.

Mensagem do Escritório Regional da do UNAIDS para América Latina e o Caribe

O tema do Dia Mundial de Zero Discriminação deste ano é “fazer barulho”. Elevar nossas vozes em solidariedade pela compaixão, diversidade, igualdade, inclusão e tolerância é o núcleo de nossa humanidade compartilhada. Hoje, renovamos o nosso compromisso de alcançar um mundo livre de estigma e discriminação, no qual ninguém seja deixado para trás.

“A evasão das travestis da escola é muito grande e isso já não é mais aceitável. A pessoa trans tem, sim, que estar nas escolas, estar nas universidades e merece ser inserida no mercado de trabalho

No Dia Mundial da Luta contra a Tuberculose (TB), marcado em 24 de março, o UNAIDS alertou para a necessidade da ampliação de serviços integrados de HIV e tuberculose, sobretudo nos países e regiões mais afetados pela dupla epidemia.

Durante as celebrações do Dia Internacional da Mulher, líderes mundiais e a sociedade civil se reúnem em Nova Iorque para participar na 59ª sessão da Comissão sobre o Status da Mulher.

No clima da diversão carnavalesca e da paquera, a campanha Neste carnaval, perca a vergonha, mas não perca o respeito começa, nesta segunda-feira (9/2), para chamar a atenção de foliãs e foliões sobre a importância de manter a festa livre de assédio e violência. Ao slogan principal, somam-se mensagens Neste carnaval, perca a vergonha., Leia Mais