A Diretora Executiva do UNAIDS reage à notícia de acordos secretos feitos por alguns países com grandes empresas farmacêuticas sobre potenciais vacinas para a COVID-19. É do interesse de todos os países cooperar, não competir, para que a recuperação desta pandemia aconteça de forma conjunta e solidária.

Enquanto o mundo enfrenta as pandemias de COVID-19, HIV, tuberculose e malária, o UNAIDS faz um chamado para apoio bipartidário dos Estados Unidos aos esforços globais contra esses desafios de saúde simultâneos.

O UNAIDS pede aos países que adotem uma abordagem baseada em direitos humanos para responder ao surto global de COVID-19. Esta abordagem deve colocar as pessoas no centro e respeitar os direitos e a dignidade de todos. Para ajudar a orientar governos, comunidades e outras partes interessadas no planejamento e implementação de medidas para, Leia Mais