A Organização das Nações Unidas (ONU) e a sociedade civil lançaram uma plataforma de dados sobre venezuelanos no Brasil para auxiliar na resposta humanitária brasileira à situação da Venezuela. O objetivo da iniciativa é fortalecer a Operação Acolhida, a resposta humanitária integrada pelo Governo Federal, ONU e sociedade civil.

Raiza Farnataro vive na movimentada cidade de Barquisimeto, na República Bolivariana da Venezuela, a cerca de cinco horas de distância de Caracas. Tendo vivido com HIV por 18 anos, ela costumava ter acesso ao tratamento através do sistema público de saúde. No entanto, como a situação econômica no país piorou, os medicamentos tornaram-se escassos, Leia Mais