O UNAIDS acolhe calorosamente o anúncio do presidente dos Estados Unidos da América, Joe Biden, de que rescindiu o Protecting Life in Global Health Assistance Policy, PLGHA, conhecido como the Mexico City Policy, (Políticas Públicas de Assistência para Proteção à Vida na Saúde Global, anteriormente conhecida como Política da Cidade do México, na tradução livre para o português). A política exigia que organizações não governamentais estrangeiras certificassem que não realizariam ou promoveriam ativamente o aborto usando fundos de qualquer fonte (incluindo fundos não norte-americanos) como condição para receber financiamento do Governo dos Estados Unidos.

Leia Mais

Neste 1º de março, quando celebramos o Dia de Zero Discriminação, gostaria de fazer um convite a você para refletir sobre as desigualdades que te cercam, em sua família, em sua comunidade, em sua cidade e até mesmo em seu país. E faça a si mesmo ou a si mesma uma pergunta simples: como você acha que as desigualdades afetam o mundo ao seu redor?

Leia Mais

O Dia de Zero Discriminação deste ano é especialmente angustiante.

No início, foi dito que os vírus não discriminavam. Mas como testemunhamos novamente, as crises, e as sociedades, sim, discriminam.

A COVID-19 ampliou as falhas da sociedade. Levou comunidades marginalizadas, que já estavam no limite, a sofrer o mais duro golpe econômico, a ficarem presas no fim da linha para serviços essenciais e a serem responsabilizadas pela a crise.

Leia Mais

O UNAIDS parabeniza a decisão da Assembleia Geral das Nações Unidas de realizar uma reunião de alto nível sobre HIV e AIDS entre 8 e 10 de junho de 2021. A reunião de alto nível analisará o progresso feito na redução do impacto do HIV desde a última Reunião de Alto Nível sobre HIV e AIDS em 2016 e a Assembleia Geral espera adotar uma Nova Declaração Política para orientar a resposta ao HIV. A Reunião de Alto Nível acontecerá porque há 40 anos foi relatado o primeiro caso de AIDS e 25 anos da criação do UNAIDS.

Leia Mais

No Dia Mundial de Zero Discriminação deste ano, o UNAIDS destaca a urgente necessidade de ação para acabar com as desigualdades em torno de renda, sexo, idade, estado de saúde, ocupação, deficiência, orientação sexual, uso de drogas, identidade de gênero, raça, classe, etnia e religião, que continuam a persistir em todo o mundo.

Leia Mais

Todos os dias, aproximadamente 11 milhões de pessoas em todo o mundo estão confinadas. Drogas injetáveis e relações sexuais ocorrem em todo o mundo nas prisões. O risco de violência sexual entre pessoas em privação de liberdade—e seu acesso insuficiente a preservativos, lubrificantes, profilaxia pré-exposição (PrEP) e serviços de redução de danos—aumenta suas chances de adquirir HIV, hepatite C e outras infecções sexualmente transmissíveis.

Leia Mais

A partir de segunda-feira, 15 de Fevereiro, o Escritório Regional do UNAIDS para a América Latina e Caribe está sob a coordenação de Alejandra Corao, Assessora Sênior de Programas do mesmo escritório. Alejandra assume o papel de diretora interina após a partida de César Antonio Núñez, que chefiou o Escritório Regional do UNAIDS de 2007 a 2021 e partiu para assumir o cargo de Diretor do Escritório do UNAIDS em Nova Iorque (EUA).

Leia Mais

À medida que a vacinação contra a COVID-19 começa em todo o mundo, o UNAIDS conversou com Peter Godfrey-Faussett, assessor científico sênior do UNAIDS e professor de Saúde Internacional e Doenças Infecciosas na London School of Hygiene and Tropical Medicine (Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, na tradução livre para o português), sobre o que está impedindo a criação de uma vacina contra o HIV.

Leia Mais

O UNAIDS está profundamente aflito e preocupado com a detenção pela polícia militar dos cidadãos venezuelanos e trabalhadores humanitários Johán León Reyes, Yordy Bermúdez, Layners Gutiérrez Díaz, Alejandro Gómez Di Maggio e Luis Ferrebuz, que são membros da organizaçao não não-governamental Azul Positivo. Os cinco estão presos desde 12 de janeiro de 2021.

Leia Mais

Neste 29 de janeiro, data que celebra o dia da visibilidade trans, o UNAIDS Brasil lança duas cartilhas destinadas à saúde de travestis e mulheres trans. O objetivo do material é que essa população possa se informar e entender questões sobre o próprio corpo, gênero, sexualidade, além de temas como hormonização e prevenção de infecções sexualmente transmissíveis (IST).

Leia Mais