A maioria das infecções por HIV na capital da Bielorrússia acontece pelo uso de drogas injetáveis. Como resultado, o governo e uma organização não governamental em Minsk, responderam com clínicas móveis de testagem de HIV, centros de acolhimento e aconselhamento entre pares para estabelecer confiança com pessoas que muitas vezes se afastam dos serviços, Leia Mais

Globalmente, foram alcançados diversos avanços rumo ao cumprimento das metas 90–90–90, nas quais os Estados-membros das Nações Unidas se comprometeram a garantir que, até 2020, 90% das pessoas vivendo com HIV estejam  diagnosticadas; que destas, 90% estejam em tratamento; e que 90% destas pessoas tenham carga viral indetectável.

Em 2016, mais de 11 milhões de pessoas nos Estados Unidos fizeram uso abusivo de opióides receitados e quase um milhão usaram heroína, de acordo com o Governo dos Estados Unidos. Embora milhões de pessoas no país sejam dependentes de opióides, apenas 1 em cada 10 recebe tratamento.

As pessoas que usam drogas injetáveis costumam ter um ou mais problemas de saúde associados. O uso de drogas e problemas de saúde mental frequentemente coexistem e o uso de drogas pode aumentar o risco de contrair infecções. Entre as pessoas que usam drogas injetáveis, por exemplo, o risco de infecção por HIV é, Leia Mais

Senhora Presidente, Excelências, parceiros da sociedade civil e colegas, agradeço por esta oportunidade de dirigir-me à 61ª Sessão da Comissão de Drogas e Narcóticos (CND, na sigla em inglês).

Como parte dos esforços para frear o surgimento de novas infecções por HIV entre pessoas que usam drogas injetáveis, o UNAIDS levou uma mensagem urgente à Comissão de Drogas e Narcóticos, que se reuniu em Viena, na Áustria, em meados de março, para sua sexagésima sessão. Em declaração à comissão, o UNAIDS fez uma, Leia Mais

Para acabar com a epidemia de AIDS até 2030, a resposta global ao HIV não deve deixar ninguém para trás, incluindo pessoas que usam drogas injetáveis. Essa estratégia exige políticas para drogas e serviços de prevenção, tratamento, cuidados e apoio relacionados com o HIV que atendam tanto aos direitos humanos quanto às necessidades de, Leia Mais

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) lançou no último dia 26 de junho seu Relatório Mundial sobre Drogas de 2016, que mostra que o número de pessoas descritas como “dependente de drogas” em todo o mundo aumentou de 27 milhões (2013) para 29 milhões (2014). Cerca de 250 milhões de, Leia Mais

O UNAIDS dá boas-vindas ao apelo feito pela Assembleia Geral das Nações Unidas aos Estados-Membros para que considerem medidas de saúde pública eficazes que melhorem os resultados para as pessoas que usam drogas e para que implementem programas capazes de reduzir o impacto dos danos associados ao uso de drogas.

Um novo relatório do UNAIDS  – lançado dia 15/4 – mostra que a cobertura atual dos programas de redução de danos é insuficiente e que as políticas que criminalizam e marginalizam pessoas que usam drogas injetáveis falham na redução das novas infecções por HIV.