UNODC lança Relatório Mundial sobre Drogas de 2016

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) lançou no último dia 26 de junho seu Relatório Mundial sobre Drogas de 2016, que mostra que o número de pessoas descritas como “dependente de drogas” em todo o mundo aumentou de 27 milhões (2013) para 29 milhões (2014). Cerca de 250 milhões de pessoas entre 15 e 64 anos usaram pelo menos uma droga em 2014. Este número tem se mantido estável nos últimos quatro anos.

O relatório vem logo após a Sessão Especial da Assembléia Geral das Nações Unidas (UNGASS) sobre o Problema Mundial das Drogas, ocorrida em abril de 2016. A reunião resultou em uma série de recomendações concretas que os países podem adotar para reduzir o impacto das drogas.

Capture

Prevalência de cocaína no mundo em 2014 (Fonte: UNODC)

Antes da UNGASS, o UNAIDS divulgou um relatório intitulado Não cause danos. O documento mostrou que fracasso de muitos países na adoção de abordagens centradas na saúde e nos direitos resultou também no fracasso da redução do número global de novas infecções por HIV entre pessoas que usam drogas injetáveis, entre 2010 e 2014.

CITAÇÕES

“Ao fornecer uma visão abrangente dos principais desenvolvimentos nos mercados de drogas, rotas de tráfico e impacto do uso de drogas na saúde, o Relatório Mundial sobre Drogas 2016 realça o suporte às abordagens abrangentes, equilibradas e baseadas nos direitos, como refletido no documento final que emergiu da Sessão Especial da Assembléia Geral das Nações Unidas sobre o Problema Mundial das Drogas.”

Yury Fedotov, Diretor-executivo do UNODC

Leia também: