Pesquisas têm mostrado que o estigma e a discriminação estão entre os principais obstáculos para prevenção, tratamento e cuidado em relação ao HIV. A discriminação pode gerar violência e afasta as pessoas de serviços, inclusive os de saúde. Estudos indicam também que o medo de ser discriminado desencoraja pessoas que vivem com o HIV, Leia Mais

No dia 30 de junho, 12 organismos das Nações Unidas divulgaram uma declaração conjunta sem precedentes fazendo um chamado para a eliminação da discriminação nos serviços de saúde e se comprometendo a trabalhar em conjunto para apoiar os Estados-membros a oferecerem serviços de saúde livres de estigma e discriminação. A declaração é uma poderosa, Leia Mais

O UNAIDS dá boas-vindas à nomeação de Achim Steiner como novo Administrador do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A Assembleia Geral da ONU confirmou a nomeação de Steiner para um mandato de quatro anos à frente do organismo a partir do dia 20 de abril de 2017.

O tema do Dia Mundial de Zero Discriminação deste ano é “fazer barulho”. Elevar nossas vozes em solidariedade pela compaixão, diversidade, igualdade, inclusão e tolerância é o núcleo de nossa humanidade compartilhada. Hoje, renovamos o nosso compromisso de alcançar um mundo livre de estigma e discriminação, no qual ninguém seja deixado para trás.

Um painel especial iniciou as deliberações sobre como fortalecer o modelo singular do UNAIDS, e posteriormente alinhá-lo aos esforços internacionais para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável até 2030.

O papel central que os adolescentes devem desempenhar na resposta à AIDS foi discutido durante uma consulta de dois dias realizada no final de novembro (25 e 26/11) em Harare, Zimbábue.

Nesta quarta-feira, dia 22 de julho, às 18h30, será oficialmente lançada no Brasil a Década Internacional de Afrodescendentes. No evento, que acontece em Brasília, durante a abertura do Festival da Mulher Afro-Latino-Americana  e Caribenha