A prefeita de Santiago, no Chile, Carolina Tohá Morales, comprometeu-se em acelerar a resposta à epidemia de HIV na capital chilena nos próximos cinco anos. Ao assinar a Declaração de Paris, a cidade de Santiago demonstra o compromisso em implementar a Estratégia de Aceleração da Resposta para o fim do HIV nas cidades.

 Os países mais afetados pelo HIV devem se concentrar em impedir novas infecções pelo HIV e em expandir o acesso ao tratamento antirretroviral, ou correrão o risco de ver uma retomada da epidemia,

“Pessoas subnutridas vivendo com o HIV têm duas a seis vezes mais chances de morrer nos primeiros seis meses de tratamento, e a fome é uma das barreiras à adesão no longo prazo.” 

Os ministros da saúde de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS) comprometeram-se a adotar a estratégia do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) de Aceleração da Resposta ao HIV e fazer com que a epidemia de deixe de ser uma ameaça à saúde mundial até 2030. A decisão foi, Leia Mais

No Dia Mundial de Luta contra a AIDS de 2014, prefeitos de todo o mundo se reuniram em Paris, na França, para assinar uma declaração sobre o fim da epidemia em suas cidades.

Um compromisso global com a aceleração da resposta ao HIV nos próximos cinco anos permitirá que o mundo acabe com a epidemia de AIDS em menos de duas décadas. A conclusão vem do novo relatório do UNAIDS Acelerando a resposta para acabar com a epidemia de AIDS em 2030, lançado nesta terça-feira (18/11), em, Leia Mais