A pandemia de COVID-19 forçou muitas organizações que trabalham com o HIV lideradas pela comunidade a mudar seu trabalho e se concentrar na mobilização de fundos para fornecer assistência humanitária básica, como alimentação, abrigo e medicamentos para pessoas vivendo com HIV e integrantes de populações-chave severamente impactadas pela pandemia.

O UNAIDS parabeniza o anúncio feito pelo Chile que reconhece a responsabilidade internacional pela violação dos direitos de uma mulher vivendo com HIV, que foi esterilizada sem seu consentimento há quase 20 anos. O governo realizou um acordo amigável com a mulher, Francisca, que inclui o pagamento de reparações pela violação de seus direitos humanos. O país também se comprometeu a acabar com, Leia Mais

O acesso universal a uma educação sexual abrangente e de qualidade é crucial, especialmente para os jovens. Permite que os jovens sejam empoderados para tomar decisões coerentes enquanto exploram sua sexualidade e relacionamentos. Isso os ajuda a adquirir as habilidades e os valores de respeito mútuo, tolerância, igualdade de gênero e não-violência, e os, Leia Mais

No Dia Mundial de Zero Discriminação 2020, o UNAIDS desafia a discriminação enfrentada por mulheres e meninas em toda a sua diversidade. O objetivo é conscientizar e mobilizar ações para a promoção da igualdade e do empoderamento de mulheres e meninas em todo o mundo.

“O HIV não está somente condicionado pela desigualdade de gênero, mas também fortalece a desigualdade de gênero fazendo com que as mulheres sejam mais vulneráveis. Oferecer intervenções em saúde sexual e reprodutiva para mulheres que vivem com HIV baseadas em princípios de igualdade de gênero e direitos humanos pode ter um impacto positivo sobre, Leia Mais