UNAIDS dá boas-vindas a Erika Castellanos, nova diretora executiva da Ação Global pela Igualdade Trans

O UNAIDS parabeniza a nomeação de Erika Castellanos como a nova diretora executiva da Ação Global pela Igualdade Trans (GATE), em tradução livre para o português. A GATE trabalha para garantir justiça e igualdade para comunidades trans, de gênero diverso e pessoas intersexo por meio de parcerias estratégicas com diversas entidades globais, incluindo o UNAIDS e outros órgãos e mecanismos das Nações Unidas.

Nascida em Belize, país da América Central, Erika iniciou seu ativismo com foco nos direitos das pessoas vivendo com HIV e profissionais do sexo. Ela traz para este novo desafio sua experiência de mulher trans vivendo com HIV e participante de diferentes comunidades de populações-chave.

“Erika Castellanos é uma ativista de direitos humanos e HIV reconhecida e respeitada internacionalmente. O UNAIDS aprecia a parceria com a Erika como delegada da sociedade civil em nosso Conselho de Coordenação do Programa”, disse Winnie Byanyima, diretora executiva do UNAIDS. “O trabalho da GATE, como uma organização liderada por pessoas trans, tem sido fundamental para promover o envolvimento das comunidades de pessoas trans, de gênero diverso e intersexo na resposta à AIDS. Esperamos continuar nosso trabalho com a Erika e com a GATE para fazer frente às desigualdades que afetam essas comunidades”.

Erika Castellanos entrou para a GATE em abril de 2017 como diretora de programas. Em fevereiro de 2022, ela assumiu o cargo de diretora executiva interina, período durante o qual continuou a solidificar a posição da organização como liderança global em defesa da comunidade trans, de gênero diverso e pessoas intersexo.

Erika ocupou diversos cargos nos âmbitos nacional, regional e global. Ela foi diretora executiva da Rede Colaborativa para Pessoas Vivendo com HIV (C-NET+) – Belize, vice-presidente do conselho da Rede Global de Pessoas Vivendo com HIV (GNP+), membra do conselho da HIV Justice Network e copresidente do programa ViiV Positive Action para homens que fazem sexo com homens (HSH) e pessoas trans. Em 2018, Erika foi a primeira ativista abertamente trans a ser nomeada para o Conselho do Fundo Global, como parte da delegação da sociedade civil.

Erika iniciará sua nova função como diretora executiva da GATE em 1º de janeiro de 2023.

O texto original, em inglês, pode ser conferido aqui.