UNAIDS Brasil e UNOPS oferecem capacitação gratuita em elaboração de projetos para ONGs

O Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) e o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) estão oferecendo uma capacitação em elaboração de projetos para integrantes de organizações não governamentais (ONGs) brasileiras. A formação, que será realizada de forma on-line no mês de outubro, tem o objetivo de fortalecer a atuação de instituições que trabalham junto a pessoas vivendo com HIV/AIDS (PVHIV), população de rua, populações-chave para HIV (homens gays e outros homens que fazem sexo com homens, pessoas trans, pessoas que utilizam drogas injetáveis) e outros grupos mais vulneráveis.

O curso será ministrado em dois encontros, de cerca de duas horas e meia cada um, aos sábados. Depois, também serão oferecidos plantões tira dúvidas (em três momentos, com duração de duas horas cada), para que participantes tenham a oportunidade de colocar em prática o que aprenderam.

Na formação, integrantes de ONGs aprenderão a elaborar projetos para editais de financiamento, prospectar oportunidades, fazer monitoramento das atividades e a prestar contas – exigências comuns de entidades que lançam editais de apoio. São oferecidas 50 vagas, divididas em duas turmas.

Para a diretora e representante do UNOPS no Brasil, Claudia Valenzuela, a ação interagencial fortalece a atuação das ONGs, promovendo a garantia de direitos a pessoas vulneráveis. “Sabemos que muitas organizações têm dificuldades para acessar recursos e, assim, manter suas atividades. Com esta iniciativa, esperamos poder auxiliá-las nesse objetivo, compartilhando nossa expertise em gestão de projetos e promovendo, por consequência, a melhoria da qualidade de vida da população.”

“A resposta mais efetiva à pandemia de COVID-19 aconteceu porque as comunidades se mobilizaram. A mesma situação aconteceu em relação à AIDS: é a mobilização das comunidades que fez com que a resposta chegasse a quem mais precisa. Por isso, é fundamental que tenhamos ferramentas como esse curso para empoderar as organizações e seguir trilhando o caminho para acabar com a AIDS até 2030”, reforça Claudia Velasquez, diretora e representante do UNAIDS.

Como participar?

As inscrições podem ser feitas por meio do formulário entre os dias 15 e 24 de setembro. Para participar, a pessoa interessada precisa pertencer a uma organização com CNPJ válido e que tenha representatividade entre os grupos da população prioritária para a capacitação. Inicialmente, será ofertada apenas uma vaga por organização.

O UNAIDS recepcionará as inscrições, por ordem de chegada, e divulgará o resultado final dos convocados para a primeira turma até 28 de setembro. Os dois encontros com aulas on-line estão previstos para os dias 2 e 9 de outubro. Para a segunda turma, as aulas expositivas serão em 16 e 23 de outubro. Para mais informações, envie um e-mail a [email protected]