Aliança Empresarial para Acabar com a AIDS até 2030 é lançada no Fórum Econômico Mundial

A Aliança Empresarial para Acabar com a AIDS até 2030, uma coalizão público-privada copatrocinada pelo UNAIDS e GBCHealth, foi lançada hoje em Davos, Suíça, às margens do Encontro Anual do Fórum Econômico Mundial.

A Aliança reúne empresas inovadoras para fortalecer a colaboração intersetorial, desenvolver valores em comum e criar espaços para uma colaboração efetiva. Sua meta é proporcionar às empresas as ferramentas necessárias e o suporte de parceiros do setor público para ajudar a alcançar o objetivo de acabar com a AIDS até 2030.

A indústria foi e continua sendo essencial para a resposta à AIDS, seja desafiando o estigma que cerca o HIV, ou construindo parcerias inovadoras entre empresas através de setores e implementando programas de diagnóstico, tratamento e prevenção dentro dos locais de trabalho e comunidades que os cercam. Entretanto, esses modelos precisam operar em escala para preencher as lacunas de investimento e implementação necessárias para alcançar a meta de acabar com a AIDS até 2030.

“Hoje toda empresa deve fazer uma contribuição positiva para as sociedades a que servem —isso não é uma opção, isso é um imperativo. Para além de alcançar seus objetivos econômicos, empresas devem proporcionar um positivo impacto social e ambiental. O setor privado tem um papel fundamental na resposta multisetorial ao HIV. Empresas devem garantir que seus funcionários, seus fornecedores e as comunidades recebam tratamento para HIV e programas de prevenção e cuidado. Juntos, podemos acabar com a AIDS até 2030,” disse Winnie Byanyima, diretora executiva do UNAIDS.

“Entendendo que um mundo livre da AIDS está para além do alcance de uma só empresa, manter as coisas como estão não vai nos ajudar a alcançar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, tampouco uma inovação vinda de apenas alguns precursores. Esse plano vai precisar de colaboração intersetorial, das redes de abastecimento e sistemas econômicos, assim como parcerias inovadoras com o governo e a sociedade civil. Nós, da Anglo American, estamos comprometidos a ser parte da Aliança Empresarial para Acabar com a AIDS até 2030, e estimulamos outras empresas a se juntar aos nossos esforços coletivos,” disse Nolitha Fakude, presidente do conselho de gestão da Anglo American na África do Sul.

“A resposta ao HIV é importante para as empresas, e as empresas vêm sendo líderes globais na resposta à AIDS por mais de duas décadas. Inovações empresariais em produtos e serviços, relacionamento com funcionários, consumidores e decisores políticos, capacidade de logística e recursos, análise de dados, marketing e recursos financeiros, podem ajudar a preencher as lacunas dos financiamentos públicos de programas de teste, prevenção e tratamento para HIV. Empresas com pensamento inovador são necessárias para ajudar a desenvolver soluções holísticas e gestão de riscos. Estamos em uma encruzilhada. O futuro será determinado pelo que faremos hoje,” disse Nancy Wildfeir-Field, Presidente da GBCHealth.

A Aliança Empresarial para Acabar com a AIDS até 2030, lançada no Fórum Econômico Mundial, irá funcionar como um veículo e uma voz coletiva para disseminar as melhores práticas através de plataformas públicas, suas companias e suas respectivas redes de abastecimento. Além disso, vai servir como um órgão coletivo para ajudar a definir regulações e políticas para apoiar programas de prevenção e tratamento ao HIV e acabar com estigma e discriminação relacionados ao HIV.

Para mais informações sobre a Aliança Empresarial para Acabar com a AIDS até 2030 e como você pode se associar, por favor entre em contato com Frauke Joosten em [email protected]