Sistemas educacionais são inclusivos para a população LGBTI? Participe da pesquisa

As opiniões de jovens gays, lésbicas, bissexuais, transgêneros e intersexo serão coletadas por meio de uma consulta online conduzida pela organização MAG Jeunes LGBT, com apoio de uma campanha nas redes sociais liderada pela UNESCO. 

Os resultados da pesquisa serão apresentados durante a 2ª Conferência Bienal da Coalizão de Direitos Iguais (Equal Rights Coalition – ERC), que acontece em agosto de 2018 em Vancouver, no Canadá. A ERC é uma coalizão intergovernamental de 39 países que defende os direitos humanos de pessoas LGBTI e promove o desenvolvimento em países-membros e não membros.

“Nós sabemos que uma parcela significativa de estudantes LGBTI passa por experiências violentas de homofobia e transfobia nas escolas, com um predomínio muito maior do que seus colegas que não são LGBTI. Eles estão mais propensos a não se sentir seguros nas escolas, a faltar às aulas, ou até mesmo a abandonar a escola, o que impacta negativamente em sua educação, suas perspectivas de emprego e seu bem-estar”, diz Cristophe Cornu, especialista de programa sênior e líder de equipe na seção de Saúde e Educação da UNESCO.

“Por meio dessa consulta global, esperamos aprender mais sobre essas experiências e, com isso, apoiar os Estados-membros a oferecer ambientes educacionais seguros e inclusivos para todos todos os seus estudantes. Isso é fundamental para a aprendizagem efetiva, para o cumprimento dos compromissos relativos a direitos humanos, incluindo o direito à educação e outros direitos das crianças, e para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), em particular o ODS 4”.

A consulta online organizada pela MAG Jeunes LGBT poderá ser respondida até o dia 18/07/2018. Clique aqui para responder ao questionário em português.

Fonte: UNESCO no Brasil

Notícias Relacionadas