UNAIDS encoraja doadores a se comprometer com o financiamento completo do Fundo Global

Às vésperas da 5ª Conferência de Reposição do Fundo Global de Combate à AIDS, Tuberculose e Malária (Fundo Global), que aconteceu em Montreal (Canadá), nos dias 16 e 17 de Setembro, o UNAIDS convocou os doadores a financiar o Fundo Global integralmente. O Fundo  uma instituição de financiamento que mobiliza e investe recursos para apoiar programa relacionados a HIV, tuberculose e malária, solicita 13 bilhões de dólares para período de três anos, de 2017 a 2019.

O investimento do Fundo Global em programas relacionados ao HIV tem um papel importante no enorme  progresso realizado pelos países nos últimos 15 anos. Este progresso tem inspirado compromissos globais em busca do fim da epidemia como uma ameaça à saúde pública até 2030, o que exigirá um aumento e reforço nos investimentos de curto prazo.

“O reposição bem-sucedida do Fundo Global é fundamental”, disse Michel Sidibé, Diretor Executivo do UNAIDS. “Estamos entrando em um momento de realizão ou ruptura,que determinará se vamos acabar com a AIDS ou se a epidemia vai ser prolongada indefinidamente.”

“O Fundo Global é a chave fundamental no nosso compromisso compartilhado

para fim da AIDS e precisa do total apoio

político e financeiro de seus doadores”

Em junho de 2016, a Assembléia Geral das Nações Unidas adotou uma Declaração Política na qual países se comprometeram com a Aceleração da Resposta à AIDS para alcançar três objetivos principais até 2020:

– Redução de novas infecções por HIV para menos de 500 000 mundialmente.

– Redução das mortes relacionadas à AIDS para menos de 500 000 mundialmente.

– Eliminação do estigma e da discriminação relacionados ao HIV.

Todos os parceiros na resposta à AIDS precisam estar bem equipados e adequadamente financiados para permitir que suas respostas nacionais e locais à AIDS superem os desafios sistêmicos e estruturais não resolvidos e alcancem o marco histórico do fim da epidemia de AIDS como parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Desde o início da epidemia, mais de 78 milhões de pessoas foram infectadas pelo HIV e 35 milhões de morreram de doenças relacionadas à AIDS. Recentemente, o UNAIDS soou o alarme sobre as implicações epidemiológicas de um nível persistentemente elevado de novas infecções pelo HIV entre os adultos, mesmo que um número recorde de pessoas vivendo  com HIV tenham  acesso à terapia antirretroviral. O UNAIDS adverte que, se o número de novas infecções pelo HIV voltar a crescer, o controle da epidemia de AIDS poderia se tornar impossível. Uma falha no cumprimento  das metas globais de financiamento irá resultar em mais infecções por HIV e mais mortes relacionadas à AIDS.

“O Fundo Global é a chave fundamental no nosso compromisso compartilhado para fim da AIDS e precisa do total apoio político e financeiro de seus doadores”, disse Sidibé.

Leia também: