Campanha leva animação e prevenção de HIV à cidade de ídolos como Pelé e Neymar

Proteja o Gol, a campanha do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) em parceria com o Ministério da Saúde e o Fundo de Populações da ONU (UNFPA), está movimentando as ruas da cidade de Santos desde o início da Copa do Mundo de 2014, com o objetivo de alcançar a visão de zero nova infecção por HIV, zero discriminação e zero morte relacionada à AIDS.

A campanha que visa usar o poder da união do esporte para promover ações de prevenção à AIDS, está funcionando nas 12 cidades sedes da Copa do Mundo do Brasil, além de em várias cidades sub-sedes. As ações de prevenção e incentivo a testagem seguirão durante todo período da Copa do Mundo.

Em Santos, a Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio de voluntários, realiza trabalho itinerante para distribuir preservativos masculinos e femininos, e material educativo sobre HIV e direitos humanos em locais de grande concentração de público.

Taiane Miyake, agente de prevenção em saúde do Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS comemora: “A cidade de Santos está colocando mais uma estrela da prevenção na camisa do Brasil.”

A campanha Proteja o Gol acontece na cidade até o dia 14 de julho. Durante este período, o horário de atendimento no Centro de Testagem e Aconselhamento (Rua Silva Jardim, 94, Vila Mathias) será das 8h às 14h. Mais informações: 3229-8797.

A iniciativa Proteja o Gol é fruto de uma parceria do UNAIDS com o Fundo de Populações das Nações Unidas (UNFPA), o Ministério da Saúde, a Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República, com participação de Governos Estaduais e de Prefeituras de diversas Municipalidades. A campanha também conta com o apoio da Embaixada da França; da Foundation for AIDS Research (amfAR); da Editora Abril; do Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge); da Escola Paulista de Propaganda e Marketing (ESPM).

Leia também: