Itu adota a campanha Proteja o Gol

Proteja o Gol, a campanha do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) em parceria com o Ministério da Saúde e do Fundo de Populações da ONU (UNFPA), está movimentando as ruas de Itu desde o início da Copa do Mundo de 2014, com o objetivo de alcançar a visão de zero nova infecção por HIV, zero discriminação e zero morte relacionada à AIDS.

A campanha que visa usar o poder da união do esporte para promover ações de prevenção à AIDS, ocorre nas 12 cidades sedes da Copa do Mundo do Brasil, além de em várias cidades sub-sedes, como é o caso de Itu, cidade que sediou as seleções do Japão e da Rússia.

A equipe da Secretaria da Saúde de Itu intensificou o trabalho de prevenção que desenvolve ao longo de todo o ano, além de estendê-lo aos turistas e profissionais da imprensa que estão sediados na cidade.

A campanha gerou ainda mais entusiasmo graças à adesão de celebridades como o cantor sertanejo Chitãozinho, que esteve na Prefeitura de Itu e emprestou seu prestígio para abrilhantar a campanha, além do apoio do pentacampeão (Copa de 2002) Juninho Paulista, atual gestor do Ituano Futebol Clube.

O trabalho de prevenção acontece diariamente e conta com a distribuição de kits com preservativos masculinos e femininos, gel lubrificante e panfletos da campanha em diversos locais da cidade.

A campanha se estende até o final de julho independente da classificação do Brasil no Mundial. De acordo com o Secretário Municipal de Saúde, Manoel Monteiro Gomes, “O clima de Copa do Mundo tem facilitado o acesso às pessoas que, em outras situações, se negariam a falar sobre o tema”, afirma.

De acordo com os organizadores da campanha em Itu, já foram distribuídos na cidade cerca de 20 mil kits, sendo 10 mil somente na Arena Coca-Cola, uma espaço criado ao exemplo dos fan-fests, montado na cidade para a população assistir a shows e aos jogos da seleção brasileira.

A coordenadora municipal do Programa de DST/AIDS e Hepatites Virais, Luciana Maria Nunes Lelli, explica que Itu dispõe de um Ambulatório de Moléstias Infecciosas e de um Centro de Testagem e Aconselhamento, que atende pacientes com HIV e AIDS, além de outras patologias. “Durante todo ano realizamos trabalhos de educação junto a profissionais do sexo, caminhoneiros e população em geral. Agradecemos a oportunidade de participar dessa campanha e ampliar as nossas ações”, explica.

A iniciativa Proteja o Gol é fruto de uma parceria do UNAIDS com o Fundo de Populações das Nações Unidas (UNFPA), o Ministério da Saúde, a Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República, com participação de Governos Estaduais e de Prefeituras de diversas Municipalidades. A campanha também conta com o apoio da Embaixada da França; da Foundation for AIDS Research (amfAR); da Editora Abril; do Centro Universitário Jorge Amado (UNIJORGE); da Escola Paulista de Propaganda e Marketing (ESPM).

Leia também: