Secretário-geral da ONU condena atentado em Orlando, nos Estados Unidos

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, condenou neste domingo (12) o ataque “horrível” em Orlando, Flórida, nos Estados Unidos.

Um homem de identidade ainda não confirmada alvejou uma boate e atirou nos presentes. Segundo a imprensa e as autoridades locais, 50 pessoas foram mortas e outras 53 feridas. A imprensa local informou ainda que a motivação do agressor era de caráter homofóbico.

“Ele estende suas mais profundas condolências às famílias das vítimas e manifesta a sua solidariedade com o governo e ao povo dos Estados Unidos”, disse um comunicado publicado pelo porta-voz de Ban.

As Nações Unidas mantêm diversas iniciativas de igualdade LGBT, sendo a principal a campanha “Livres e Iguais”(Free & Equal, em inglês). O objetivo da iniciativa é objetivo aumentar a conscientização sobre a violência e a discriminação homofóbica e transfóbica, bem como promover um maior respeito pelos direitos das pessoas LGBT, em todos os lugares do mundo.

Fonte: ONU Brasil

Foto de capa: Flickr/Ted Eytan