MNCP se reúne na em Brasília para fazer planejamento estratégico e participar de oficina de comunicação

Nos dias 23 e 24 de janeiro, as integrantes do colegiado do Movimento Nacional das Cidadãs Posithivas (MNCP) se reuniram em Brasília, na Casa da ONU, para desenvolver o planejamento estratégico das ações da rede para 2019 e, no segundo dia, participar de uma Oficina de Comunicação.

No primeiro dia do encontro, que foi realizado de forma independente contando apenas com a presença de nove das 10 integrantes do colegiado do MNCP, o grupo definiu prioridades, elencou os principais desafios e oportunidades e traçou seus objetivos para o ano.

Integrantes do colegiado do MNCP na Casa da ONU, em Brasília.

“Precisamos estar organizadas e fortalecidas para incidir efetivamente nas questões de HIV, levando em conta as especificidades das mulheres”, destacou Silvia Aloia, secretária executiva do MNCP. “Essa parceria com o UNAIDS, cedendo o espaço para nosso encontro e mobilizando as participantes da reunião, é muito importante para nos ajudar a cumprir nossa missão.”

No segundo dia de encontro, o grupo se reuniu com a equipe de comunicação do UNAIDS para uma oficina dedicada ao tema. Antes do encontro, as integrantes do colegiado do MNCP foram consultadas sobre quais eram suas prioridades e necessidades em termos de comunicação. “Nosso objetivo foi o de responder a uma demanda precisa sobre as carências do grupo, tanto em termos técnicos quanto de produção de conteúdos”, explica Daniel de Castro, assessor de comunicação do UNAIDS no Brasil.

Integrantes do MNCP durante Oficina de Comunicação ministrada pela equipe de comunicação do UNAIDS Brasil.

Duante este encontro, foram abordados temas de comunicação interna, da operacionalização e condução de reuniões, agendas e comunicados, até questões externas envolvendo, por exemplo, o uso de redes sociais para incidência política e transparência. “Com uma comunicação estruturada, conseguimos articular e dar mais visibilidade às nossas ações”, reforçou a secretária executiva do MNCP.

Constituído em 1999, o MNCP foi e é formado por mulheres vivendo com HIV e AIDS. Sua missão é promover ações para o fortalecimento integral destas mulheres, com foco no acesso à informação e na garantia dos Direitos Humanos. O Movimento também atua no estabelecimento de atuações estratégicas contra todas as formas de discriminação.

Conheça o 2ª Edição do Guia de Advocacy para Lideranças, uma atualização do Guia de Advocacy para Lideranças do MNCP, lançado em 2015. Esta 2ª Edição conta com novos capítulos e atualizações importantes sobre questões como racismo, transexualidade, redução de danos, entre outros, e qual a relação destes assuntos com a epidemia de HIV.