Mensagem do Diretor Executivo do UNAIDS, Michel Sidibé, para o Dia Mundial contra a AIDS 2018

Este ano marca o 30º aniversário do primeiro Dia Mundial contra a AIDS. Trinta anos de ativismo e solidariedade sob a bandeira do Dia Mundial contra a AIDS. Trinta anos de campanha pelo acesso universal a serviços capazes de salvar vidas, tratar e prevenir o HIV. Mas depois de 30 anos, a AIDS ainda não acabou. Nós temos um longo caminho a percorrer.

O Dia Mundial contra a AIDS é um dia para lembrar milhões de pessoas que perderam suas vidas devido a doenças relacionadas à AIDS, muitas das quais morreram porque não puderam acessar os serviços de HIV, devido ao estigma, discriminação e criminalização de populações-chave.

Neste Dia Mundial contra a AIDS, o UNAIDS está fazendo campanha para que as pessoas conheçam seu estado sorológico para o HIV e sua carga viral. Em 2017, 9,4 milhões de pessoas simplesmente não sabiam que estavam vivendo com uma doença potencialmente letal, mas tratável. Se as pessoas não conhecem seu estado sorológico, as pessoas que vivem com HIV não conseguem iniciar o tratamento e as pessoas que não vivem com HIV não conseguem obter o conhecimento e as competências de que precisam para continuarem assim. Se as pessoas não  conhecem seu estado sorológico, elas não podem se proteger, proteger suas famílias, seus parceiros. Se as pessoas que vivem com HIV não conhecem sua carga viral, elas não terão certeza de que o tratamento é eficaz, protegendo sua saúde e interrompendo a transmissão do HIV.

Viva a vida positivamente. Conheça seu estado sorológico para o HIV.

Michel Sidibé

Diretor Executivo do UNAIDS

Secretário-Geral Adjunto das Nações Unidas

Leia também: