Especialistas em finanças e HIV se reúnem no Haiti para o 3º fórum regional sobre sustentabilidade na resposta ao HIV

O 3º Fórum Latino-Americano e Caribenho sobre Sustentabilidade da Resposta ao HIV “O Caminho para Acabar com a AIDS na América Latina e no Caribe: Rumo às Metas Regionais Sustentáveis de Aceleração da Resposta” acontece em Porto Príncipe, Haiti, de 6 a 8 de novembro de 2017. O evento é organizado pelo Governo de Haiti, UNAIDS, OPAS/OMS, pessoas vivendo com HIV e parceiros.

Pela Declaração Política sobre HIV e AIDS: na Via Rápida para Acelerar a Resposta ao HIV e Acabar com a Epidemia de AIDS até 2030, o mundo se comprometeu, dentro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, a acabar com a epidemia de AIDS como ameaça para a saúde pública até 2030. Os países assumiram o compromisso de adotar uma abordagem “Fast-Track” (Aceleração da Resposta) até 2020 e reafirmaram, à luz da Agenda de Ação de Addis Abeba, políticas e ações concretas para fechar a lacuna global de recursos nesta área para financiar totalmente a resposta ao HIV com o objetivo de acabar com a epidemia de AIDS até 2030.

Em 2016, havia 2,1 milhões de pessoas vivendo com HIV na América Latina e no Caribe. A cobertura do tratamento entre as pessoas vivendo com HIV em 2016 foi de 54% na região em geral, 58% na América Latina e 52% no Caribe, respectivamente. O aumento da cobertura do tratamento do HIV desempenhou um papel primordial na redução da mortalidade relacionada à AIDS: entre 2010 e 2016, o número de mortes relacionadas à AIDS na região caiu 19%; 12% na América Latina e 28% no Caribe. O número anual de novas infecções por HIV entre os adultos na América Latina e no Caribe manteve-se estável desde 2010: 120 mil novas infecções.

O objetivo principal deste terceiro Fórum é desenvolver e implementar a rápida expansão de uma resposta eficiente, eficaz, integrada e sustentável do HIV alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, o “Acesso universal à saúde e cobertura universal da saúde” e a agenda regional de Aceleração da Resposta da América Latina e do Caribe.

O Fórum, que reúne especialistas em finanças e HIV da América Latina, do Caribe e de todo o mundo, proporcionará um espaço para o compartilhamento de informações sobre o progresso nacional e os resultados preliminares para o alcance das metas “90-90-90” acordadas e os objetivos de prevenção e zero discriminação, desafios e necessidades não atendidas no “Chamado para Ação do Rio” (Rio Call to Action) de 2015. O encontro irá proporcionar também um espaço para o compartilhamento de novos dados científicos a fim de apoiar a implementação de intervenções eficientes e de boa relação custo-benefício em toda cascata de prevenção, cuidados e tratamento do HIV. Finalmente, a reunião tem como objetivo facilitar a discussão sobre estratégias e mecanismos para a transição rumo a respostas nacionais sustentáveis com o intuito de acabar com a AIDS como ameaça para a saúde pública na América Latina e no Caribe até 2030.

A organização desse fórum é fruto de um esforço colaborativo entre o Governo do Haiti, o Grupo de Cooperação Técnica Horizontal (GCTH), a Parceria Pan-Caribenha contra o HIV/AIDS (PANCAP), o Ministério da Saúde do Brasil, o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), o Fundo Global contra a AIDS, Tuberculose e Malária, o Plano de Emergência do Presidente dos EUA para Alívio da AIDS (PEPFAR), AIDS Healthcare Foundation (AHF), a Rede Latino-Americana de Pessoas Vivendo com o HIV (REDLA+) e a Rede Caribenha de Pessoas Vivendo com HIV e AIDS (CRN+).

Leia o Aviso de Pauta completo aqui.

Notícias Relacionadas