Entre 8 e 10 de junho de 2016, líderes mundiais, representantes do governo, implementadores de programas de HIV e organizações da sociedade civil de todo o mundo estarão reunidos na sede das Nações Unidas, em Nova York, para traçar o caminho para o fim da epidemia da AIDS como uma ameaça à saúde pública, Leia Mais

No Dia da Conscientização da Vacina contra o HIV, o UNAIDS pede mais recursos e uma maior colaboração entre os governos, a comunidade científica e o setor privado para o avanço na pesquisa de uma vacina eficaz contra o HIV.

Hoje o mundo lembra o Dia Internacional contra a Homofobia e a Transfobia, data na qual, em 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças. 

UNAIDS se coloca ao lado das pessoas e organizações ao redor do mundo na comemoração do Dia Internacional contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia (IDAHOT), neste 17 de maio.

Um novo relatório lançado pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, adverte que a epidemia de AIDS pode ser prolongada indefinidamente se medidas urgentes não forem implementadas dentro dos próximos cinco anos.

A incidência do HIV entre gays e outros homens que fazem sexo com homens parece estar aumentando no mundo inteiro; apesar disso, a cobertura dos programas de HIV permanece sendo insuficiente, tendo diminuído de 59% em 2009 para 40% em 2013. Nos locais onde existem programas de HIV para gays e outros homens que, Leia Mais

O documentário ‘Meu Nome é Jacque’ foi exibido nesta segunda-feira (25/4) na Casa da ONU em Brasília para funcionários das Nações Unidas e convidados.

Representantes da sociedade civil, academia, organismos da ONU e governos federal, estadual e municipal se reuniram esta semana em Brasília (25/4) para debater propostas e sugestões para o rascunho zero da Declaração Política sobre AIDS 2016.

Os desafios da resposta ao HIV tanto na África Ocidental quanto na África Central são o foco de um relatório divulgado este mês (20/4) pela organização Médicos Sem Fronteiras (MSF).

O UNAIDS dá boas-vindas ao apelo feito pela Assembleia Geral das Nações Unidas aos Estados-Membros para que considerem medidas de saúde pública eficazes que melhorem os resultados para as pessoas que usam drogas e para que implementem programas capazes de reduzir o impacto dos danos associados ao uso de drogas.