UNAIDS pede por financiamento completo para o Fundo Global de Combate à AIDS, Tuberculose e Malária

Enquanto o Fundo Global de Combate à AIDS, Tuberculose e Malária (Fundo Global) lança sua sexta reposição para o próximo ciclo de financiamento de três anos, o UNAIDS está pedindo aos doadores que financiem o Fundo Global.

O Fundo Global lançou o resumo do seu 6º Caso de Investimento em Reposição em Paris, pedindo US$ 14 bilhões para ajudar a salvar 16 milhões de vidas por meio de programas de HIV, tuberculose e malária. O Fundo Global estima que isso reduzirá a taxa de mortalidade das três doenças pela metade. O financiamento também irá para a construção de sistemas de saúde mais fortes.

“Em julho de 2018, o UNAIDS avisou—os recursos disponíveis para a resposta à AIDS não correspondem com os compromissos políticos definidos e há um déficit anual de US$ 5 bilhões”, disse Michel Sidibé, Diretor Executivo do UNAIDS. “Dou as boas-vindas ao chamado do Fundo Global para arrecadar pelo menos US$ 14 bilhões para AIDS, tuberculose e malária nos próximos três anos e pedir aos doadores e parceiros domésticos que busquem garantir que a meta de investimento global de US$ 26,2 bilhões para a resposta à AIDS seja alcançada até 2020, pois é um imperativo para a saúde pública. Estou confiante de que o Presidente da França, Emmanuel Macron, e seus parceiros assegurarão que o Fundo Global seja totalmente financiado e manterão o alto padrão para assegurar que fundos adicionais sejam levantados.”

Investir no Fundo Global é essencial. Até o momento, o Fundo Global estima que garantiu o acesso ao tratamento do HIV para 17,5 milhões de pessoas vivendo com HIV, mantendo-as vivas e saudáveis. Os fundos também apoiam o acesso a serviços de HIV para populações chave e marginalizadas, prevenção do HIV, programas para adolescentes e programas para mulheres jovens e meninas, integração de HIV / tuberculose e coinfecções.

O UNAIDS continuará a fortalecer a parceria estabelecida há muito tempo com o Fundo Global para maximizar o impacto dos investimentos, acelerar respostas inclusivas e centradas nas pessoas e acabar com a AIDS como ameaça à saúde pública. O trabalho conjunto ocorre em diversos setores, aprimorando o capital humano e fortalecendo os sistemas para gerar resultados sustentáveis, salvar vidas e não deixar ninguém para trás.

O 6º Caso de Investimento em Reposição do Fundo Global será apresentado e discutido por líderes globais em saúde na Reunião Preparatória da 6º Caso de Investimento em Reposição, sediada na Índia em Nova Deli, em 8 de fevereiro de 2019.

O UNAIDS estima que serão necessários US$ 26,2 bilhões para a resposta à AIDS até 2020. Em 2017, estavam disponíveis US$ 21,3 bilhões para a resposta à AIDS em países de baixa e média renda. O UNAIDS pede a ampliação dos recursos para o HIV para preencher a lacuna de financiamento e acabar com as epidemias de HIV, tuberculose e malária até 2030 como parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Leia também: