Tailândia começa a disponibilizar Profilaxia Pré-Exposição (PrEP)

A Tailândia começou a implementar a Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) para a prevenção do HIV entre populações-chave mais vulneráveis nas regiões com maior índice de prevalência, ampliando os projetos pilotos de PrEP dentro do sistema nacional de saúde. O anúncio foi feito na sessão “Quebrando barreiras e construindo pontes para a sustentabilidade da resposta à AIDS no Sudeste Asiático”, durante a Conferência Internacional de AIDS em Amsterdã, na Holanda.

Na sessão, o Dr. Panumard Yarnwaidsakul, Diretor-Geral Adjunto do Departamento de Controle de Doenças do Ministério da Saúde Pública, disse que o país está passando de testes e projetos de demonstração para políticas e ações práticas. A PrEP agora é parte essencial do pacote de prevenção combinada na resposta nacional ao HIV no país. Yarnwaidsakul acrescentou que a Tailândia também está em processo de inclusão da PrEP como parte do pacote de benefícios oferecido pela cobertura universal de saúde do país.

Tal como em outros países da Ásia e do Pacífico, a epidemia da Tailândia está concentrada em homens gays e outros homens que fazem sexo com homens, transexuais e pessoas que usam drogas. Os representantes do governo tailandês reconheceram que a PrEP é custo-efetiva e uma abordagem inovadora para pessoas com risco substancial de infecção pelo HIV.

Ensaios clínicos aleatórios demonstraram que a PrEP pode diminuir a incidência do HIV entre populações sob risco de infecção, incluindo homens que fazem sexo com homens e casais sorodiscordantes. Tem sido demonstrado que oferecer a PrEP pode encorajar pessoas sob risco a comparecer a clínicas com serviços de HIV, fazer testes de HIV e acessar a PrEP ou o tratamento, dependendo do resultado do teste.

Na Tailândia, a discussão sobre o oferecimento da PrEP em escala começou em 2010.

A sessão aprendeu com a The Princess PrEP (Princesa PrEP, na tradução literal), uma iniciativa para a PrEP liderada por populações-chave com o apoio de Sua Alteza Real Princesa Soamsawali e do projeto PEPFAR/USAID LINKAGES da Tailândia. Esse esforço serviu como evidência local para apoiar o desenvolvimento da implementação da PrEP em serviços de saúde onde a liderança das populações-chave são um componente crítico.

Como um próximo passo, o Ministério da Saúde Pública tem como objetivo treinar profissionais de saúde e provedores de saúde das populações-chave para fornecer a PrEP.

Leia também: