Escócia passa a oferecer PrEP pelo serviço nacional de saúde

O Serviço Nacional de Saúde (NHS) da Escócia, no Reino Unido, anunciou no dia 10 de abril que passou a oferecer a profilaxia pré-exposição (PrEP) em sua rede de atendimento.

A PrEP é tomada como uma pílula diária para reduzir significativamente as chances de contrair o HIV. O UNAIDS recomenda o uso da PrEP por pessoas que são HIV-negativas, mas com alto risco de se infectar. As pessoas que podem se beneficiar mais da PrEP são homens gays e outros homens que fazem sexo com homens, travestis e mulheres trans, profissionais do sexo e casais sorodiferentes, antes que o parceiro que vive com o HIV se torne uma pessoa com carga viral  indetectável.

Uma vez que as estimativas do governo mostram que uma grande proporção de novas infecções pelo HIV na Escócia estão entre homens gays e outros homens que fazem sexo com homens, a introdução da PrEP pode ter um impacto significativo sobre o número de novas infecções por HIV na país.

A PrEP já está disponível em vários países do mundo como opção para a prevenção do HIV—um dos insumos da chamada prevenção combinada. Atualmente, ela não pode ser obtida a partir do Sistema Nacional de Saúde no restante do Reino Unido, mas as pessoas podem ter acesso a elas por meio de algumas clínicas privadas.

Os países concordaram na Declaração Política das Nações Unidas de 2016 sobre o Fim da AIDS em alcançar 3 milhões de pessoas com a PrEP até 2020.

Leia também: