UNAIDS pede inclusão e participação da sociedade civil na Reunião de Alto Nível sobre o fim da AIDS

Entre 8 e 10 de junho de 2016, líderes mundiais, representantes do governo, implementadores de programas de HIV e organizações da sociedade civil de todo o mundo estarão reunidos na sede das Nações Unidas, em Nova York, para traçar o caminho para o fim da epidemia da AIDS como uma ameaça à saúde pública até 2030, como parte dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

É crucial que as vozes e perspectivas de indivíduos e organizações sejam ouvidas nesta Reunião de Alto Nível da Assembleia Geral da ONU sobre o fim da AIDS, incluindo as vozes das pessoas que vivem com o HIV e aquelas que são mais afetadas pela epidemia, como mulheres e meninas, profissionais do sexo, pessoas que usam drogas, homens gays e outros homens que fazem sexo com homens e pessoas trans.

160518-lgbt-rainbow-flag

É crucial que as vozes e perspectivas de indivíduos e organizações sejam ouvidas nesta Reunião. Foto: SERGEI SUPINSKY/AFP/Getty Image

As organizações não-governamentais que trabalham para garantir que ninguém seja deixado para trás devem ter a oportunidade de contribuir para este fórum.

O Objetivo de Desenvolvimento do Milênio de número 6  – combater e reverter a epidemia da AIDS e alcançar a marca histórica de 15 milhões de pessoas em tratamento até 2015 –  não poderia ter sido alcançado sem o envolvimento e a participação significativos das pessoas que vivem com HIV.

_89731472_gettyimages-456021984

Entre 8 e 10 de junho de 2016, acontece na sede da ONU em Nova York a Reunião de Alto Nível da sobre o fim da AIDS. Foto: Getty Images

A Reunião de Alto Nível sobre o fim da AIDS deve ser guiada pelos princípios sobre os quais os sucessos da resposta à AIDS são construídos: inclusão, participação e dignidade. Tal como resguardado pela Carta das Nações Unidas, as portas da ONU devem ser abertas a todas as pessoas.

Leia também: