Manaus realiza campanha Proteja o Gol

Proteja o Gol, a campanha do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) em parceria com o Ministério da Saúde e o Fundo de Populações da ONU (UNFPA), está movimentando as ruas da cidade de Manaus desde o início da Copa do Mundo de 2014, com o objetivo de alcançar a visão de zero nova infecção por HIV, zero discriminação e zero morte relacionada à AIDS.

A campanha que visa usar o poder da união do esporte para promover ações de prevenção à AIDS, está funcionando nas 12 cidades sedes da Copa do Mundo do Brasil, além de em várias cidades sub-sedes. As ações de prevenção e incentivo a testagem seguirão durante todo período da Copa do Mundo.

Em Manaus, a campanha ganhou as ruas com o apoio dos servidores municipais através da Secretaria Municipal de Saúde, além de 27 voluntários, todos muito empolgados e engajados na campanha.

Como parte das ações foram feitas atividades de prevenção nos 7 dias de Fanfest e estão sendo realizadas atividades especiais de testagem de HIV, desde o dia 30 de junho até o fim da Copa do Mundo. Até o momento já foram distribuídos quase 200 mil preservativos à população da cidade e turistas.

“A cidade acolheu a campanha com o coração alegre, cidadãos de Manaus e turistas estrangeiros nos elogiaram durante as ações enfatizando a importância de pensarmos em saúde e prevenção durante as festividades da Copa,” explica a coordenadora do Núcleo de DST/Aids e Hepatites Virais, da Secretaria de Saúde de Manaus, Adriana Raquel Souza. “Foi um show de entusiasmo e participação popular”, conclui.

A iniciativa Proteja o Gol é fruto de uma parceria do UNAIDS com o Fundo de Populações das Nações Unidas (UNFPA), o Ministério da Saúde, a Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República, com participação de Governos Estaduais e de Prefeituras de diversas Municipalidades. A campanha também conta com o apoio da Embaixada da França; da Foundation for AIDS Research (amfAR); da Editora Abril; do Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge); da Escola Paulista de Propaganda e Marketing (ESPM).

Leia também: