UNAIDS parabeniza a nomeação de Michelle Bachelet para conduzir o ACNUDH

O UNAIDS saúda a nomeação de Michelle Bachelet como Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos.

Bachelet terminou seu segundo mandato de quatro anos como Presidente do Chile no início deste ano, tendo ocupado o cargo entre 2006 e 2018. Ela foi a primeira mulher a ser eleita para o mais alto cargo do Chile. Após seu primeiro mandato, ela foi nomeada como a primeira Diretora Executiva da agência para a igualdade de gênero das Nações Unidas, a ONU Mulheres, em Nova York.

Ex-pediatra, também ocupou cargos importantes no governo chileno, como Ministério da Defesa e Ministério da Saúde.

“Estamos ansiosos para trabalhar de perto com Michelle Bachelet, que sempre foi uma grande defensora dos direitos humanos e da justiça social para os mais vulneráveis ​​e marginalizados da sociedade. Uma abordagem centrada nas pessoas e baseada nos direitos humanos é crucial para acabar com a epidemia de AIDS até 2030”, disse Michel Sidibé, Diretor Executivo do UNAIDS.

A Alta Comissária é responsável por defender os direitos humanos em todo o sistema das Nações Unidas, fortalecendo os mecanismos de direitos humanos; reforçando a igualdade; acabando com a discriminação em todas as suas formas; fortalecendo a responsabilidade e o estado de direito; ampliando o espaço democrático e protegendo os mais vulneráveis ​​de todas as formas de abuso dos direitos humanos. Com sede em Genebra, o Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) tem como mandato promover e proteger o exercício universal e a plena concepção dos direitos humanos em todo o mundo, conforme estabelecido na Carta das Nações Unidas.

Leia também: