Dinamarca aumentará em um terço a contribuição financeira para o UNAIDS

O UNAIDS expressa seu sincero agradecimento à Dinamarca pelo apoio de longa data e saúda sua decisão de aumentar suas principais contribuições para o UNAIDS. A Dinamarca aumentará sua contribuição para o UNAIDS para 6,5 milhões de dólares em 2018 (de 30 milhões de coroas dinamarquesas em 2017 para 40 milhões de coroas dinamarquesas em 2018).

“O UNAIDS está intensificando seu trabalho para alcançar a igualdade de gênero, interrompendo a violência baseada em questões de gênero, e buscando os direitos sexuais e reprodutivos das mulheres e meninas, sendo todos cruciais para acabar com a AIDS”, disse Michel Sidibé, Diretor Executivo do UNAIDS. “Este importante aumento nas contribuições da Dinamarca para o UNAIDS ajudará significativamente no avanço do nosso compromisso compartilhado de colocar as mulheres no centro da resposta ao HIV.”

A Dinamarca é um dos principais doadores para o UNAIDS e está apoiando os esforços para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. Ao apoiar o trabalho do UNAIDS nos países para acabar com a epidemia de AIDS como uma ameaça à saúde pública até 2030, a Dinamarca continua a avançar no progresso para alcançar um futuro mais saudável e mais justo para todos.

“O UNAIDS é primordial para acabar com a AIDS como uma ameaça à saúde global, com seu forte papel de advocacy e alto padrão na coleta e disseminação de dados”, disse Ulla Tørnæs, Ministra da Cooperação para o Desenvolvimento da Dinamarca. “O aumento do apoio da Dinamarca ao UNAIDS está associado à nossa forte ênfase nos direitos humanos e na igualdade de gênero, incluindo o avanço da saúde sexual e reprodutiva e os direitos de todos, como ponto central para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.”

O financiamento do trabalho do Programa Conjunto do UNAIDS é fundamental para acabar com a epidemia da AIDS e alcançar a meta do UNAIDS de zero novas infecções por HIV, zero mortes relacionadas à AIDS e zero discriminação.

Leia também: