Conheça o ‘vídeo favorito’ escolhido pelo público entre os 3 finalistas do #DesafioUNAIDS

Depois de dois meses e mais de 10 mil votos computados, chegou ao fim o suspense: o vídeo favorito do público entre os três finalistas do #DesafioUNAIDS foi o do canal Luba TV, chamado Minha mãe já fez a 3? , que tinha cerca de 650 mil visualizações até o final de abril de 2018. Luba teve o vídeo selecionado entre os finalistas na categoria “maior número de visualizações”. Ao lado dele, estavam outros dois finalistas: o vídeo #DesafioUNAIDS, do canal Willy Drag, com Menino Gay, na categoria “mais criativo e inovador”, e Canal Leandrinha DuArt, com o vídeo Leandrinha DuArt #DesafioUNAIDS.

O processo de votação para escolha do vídeo favorito do público ficou disponível no site www.desafiounaids.org entre 15 de fevereiro e 15 de abril e contou com o apoio dos finalistas, que mobilizaram suas torcidas usando Instagram Stories, Youtube, Facebook e Twitter.

Ao todo, a iniciativa #DesafioUNAIDS realizada durante o mês de dezembro de 2017, mobilizou 36 criadores de conteúdo para youtube e outras redes sociais, de forma voluntária e sem pagamento de cachês. Além disso, contou com o amplo apoio dos Embaixadores de Boa Vontade do UNAIDS no Brasil,  Mateus Solano e Wanessa Camargo, que também mobilizaram seus fãs e seguidores com vídeos, lives e comentários em suas redes sociais. Juntos, todos esses influenciadores digitais somam mais de 30,6 milhões de seguidores em suas plataformas principais.

O resultado final não poderia ser outro: foram mais de 1,3 milhão de visualizações em todos os vídeos produzidos e publicados no Youtube e Facebook para o #DesafioUNAIDS, gerando quase 200 mil curtidas, e cerca de 7 mil comentários, com 98% de reações positivas do público engajado neste amplo debate virtual sobre juventude, HIV, sexualidade, estigma e discriminação.

“Os resultados dessa mobilização foram excelentes porque comprovam que é possível inovar na linguagem e na abordagem para conseguir alcançar os jovens com informações importantes sobre HIV e sexualidade”, conta Georgiana Braga-Orillard, Diretora do UNAIDS no Brasil. “Foi incrível contar com esse engajamento de tantos influenciadores digitais, de forma voluntária e espontânea. Sem falar na criatividade, que só eles têm, para abordar temas complexos como esses de forma leve e, ao mesmo tempo, relevante.”  

Parcerias da fase final do #DesafioUNAIDS

A fase final do #DesafioUNAIDS contou com o apoio do Hilab, plataforma de exames laboratoriais online—fruto de uma parceria entre Microsoft, Intel e Positivo Tecnologia— e com a DKT Brasil, fabricante dos preservativos da marca Prudence.  

Com o apoio desses parceiros, o UNAIDS enviou a todos os influenciadores participantes da iniciativa, como forma de agradecimento, uma caixa com 30 preservativos e informações sobre prevenção e sexo seguro. Os três finalistas receberam um kit especial, com 66  preservativos,  gel lubrificante e folhetos informativos sobre prevenção ao HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST).

“O propósito da Hi Technologies com o Hilab é democratizar o acesso à saúde. Isso não significa só criar novas tecnologias, mas também levar mais informação para as pessoas. A iniciativa do UNAIDS é justamente isso. É sobre atingir jovens, quebrar tabus e aumentar o conhecimento das pessoas. Informar as pessoas é uma das ações mais importantes para vencermos essa luta”, explica Marcus Figueredo, CEO da Hi Technologies.

Georgiana Braga-Orillard UNAIDS Brasil e Hilab

Acesse a playlist completa com os vídeos do #DesafioUNAIDS aqui.

Do mundo virtual para o mundo real

Com o objetivo de tirar a discussão sobre HIV e AIDS do mundo virtual e contribuir para ampliar o diálogo sobre prevenção, Zero Discriminação e as metas 90-90-90 entre jovens nas comunidades, bairros, escolas, universidades e outros espaços, o UNAIDS Brasil, em parceria com a Embaixada dos Países Baixos, lançou um concurso para marcar a segunda fase do #DesafioUNAIDS: que prevê levar essa iniciativa para escolas, serviços de saúde e empresas, entre outras instâncias.

Jovens da região metropolitana de Salvador (BA) foram convidados a submeter projetos com ideias inovadoras de aplicação do #DesafioUNAIDS na vida cotidiana. O prêmio para o(a) autor(a) do projeto vencedor será a participação na 22ª Conferência Internacional de AIDS, que acontece entre os dias 23 e 27 de julho de 2018, em Amsterdã, na Holanda. Todas as despesas para quem levar o prêmio serão pagas pela Embaixada dos Países Baixos.  

Notícias Relacionadas