Apoie o Projeto Balaio

O UNAIDS Brasil se uniu ao Instituto Cultural Barong, de São Paulo, para a implementação do projeto Balaio – Saúde, Inclusão e Comunidade. 

O objetivo do projeto é mitigar os impactos secundários da pandemia de COVID-19 entre as pessoas vivendo com HIV/AIDS e populações mais afetadas pela epidemia, incluindo pessoas LGBTI+ que vivem na cidade de São Paulo. O projeto terá foco na distribuição de cestas básicas, kits de higiene e botijões de gás para as pessoas em situação de extrema vulnerabilidade socioeconômica.  

Também fará parte do projeto,  com o apoio do  Centro de Referência e Tratamento de DST Aids de São Paulo (CRT/SP),  uma estratégia-piloto de base comunitária para entrega de medicamentos antirretrovirais, distribuídos pelo SUS, para pessoas vivendo com HIV e que tenham fatores acrescidos de risco para a COVID-19 ou estejam enfrentando dificuldades para ir aos serviços de saúde.  

Sua doação faz a diferença:

  • Com R$ 25,00, você ajuda a comprar 1 kit de higiene e limpeza
  • Com R$ 100,00, você ajuda a comprar 1 cesta básica de alimentos

Doe o valor que for possível para você!

As doações podem ser feitas pelo QR Code do PicPay:

Quem preferir, pode fazer a transferência diretamente para a conta do Barong:

BANCO BRADESCO
AG: 3103
CONTA POUPANÇA: 17049–6
INSTITUTO CULTURAL BARONG
CNPJ: 04.125.363/0001-04

Saiba mais sobre o Projeto Balaio

As frentes deste projeto respondem às principais demandas  identificadas na pesquisa online realizada pelo  UNAIDS no Brasil entre os dias 27 e 31 de março para entender as necessidades das pessoas que vivem com o HIV no contexto da pandemia da COVID-19. Um terço das quase 3.000 pessoas que responderam ao questionário destacou a necessidade de receber apoio com suprimentos básicos, incluindo cestas básicas e kits de higiene.  

Em sua fase inicial de emergência, o projeto contará com a distribuição de 350 cestas completas (alimentação, higiene e limpeza) para pessoas que serão cadastradas através de formulário online e de busca ativa, com o objetivo de encontrar as mais vulneráveis, que não possuem celular ou conexão de internet.

O objetivo do projeto é ir além desta fase inicial e conseguir levantar doações corporativas e de pessoas físicas  que tenham disposição e condições de ajudar a fim de torná-lo sustentável ao longo de 2020.