Embaixadores de Boa Vontade e Apoiadores

Brasil

Embaixadores de Boa Vontade

Wanessa Camargo

Durante as celebrações do Dia Mundial de Luta contra a AIDS em 2015, a cantora Wanessa Camargo entrou para o time de Embaixadores de Boa Vontade do UNAIDS Brasil.

Ao longo de seus 15 anos de carreira, Wanessa construiu uma relação sólida com o público jovem. Uma de suas principais missões como Embaixadora do UNAIDS será levar até este grupo mensagens sobre prevenção, cuidados com a saúde e, principalmente, sobre a necessidade de construção de um mundo livre de preconceito e discriminação.

“Eu sou mais uma voz do UNAIDS e onde eu tiver oportunidade para falar e levar as mensagens, podem ter certeza  que eu o farei. Juntos nós vamos conseguir plantar sementinha por sementinha para acabar com este grande problema para a resposta à AIDS que é o preconceito e a discriminação”, disse Wanessa Camargo durante a cerimônia de nomeação como Embaixadora em Brasília.

“A Wanessa tem um canal de diálogo muito importante com o público jovem, em especial o público LGBT, além de ser muito ativa nas mídias sociais e de ter na música um canal muito importante para levar mensagens sobre zero discriminação e sobre prevenção”, afirmou Georgiana Braga-Orillard, Diretora do UNAIDS no Brasil.

A primeira vez que Wanessa trabalhou com a questão da AIDS foi em 2003, quando participou da campanha que incentivava os brasileiros a fazerem o teste para o HIV. No decorrer de sua carreira, Wanessa também foi defensora da Mata Atlântica e participou de campanhas do Ministério da Saúde sobre amamentação e doação de sangue, além de ter sido o rosto da campanha feita pelo Estado de São Paulo para incentivo à leitura.

Nascida em Goiânia (GO), em 1982, ela é filha do cantor Zezé Di Camargo e da empresária Zilu Godoi. Em 2007, casou-se com Marcus Buaiz, com quem tem dois filhos, José Marcus e João Francisco.

UNAIDS 349_edited

Mateus Solano

Mateus Solano, o ator que fez enorme sucesso com o personagem Félix da novela Amor à Vida, foi nomeado Embaixador de Boa Vontade do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/ AIDS (UNAIDS) no dia 22 de agosto de 2014.

O ator protagonizou, ao lado do ator Thiago Fragoso, o beijo mais esperado da história da tevê brasileira, o primeiro beijo entre gays de uma telenovela. Mateus prevê usar de seu prestígio para apoiar o UNAIDS e promover direitos humanos, mobilizando o seu público por meio de mensagens que reiteram a importância do fim de todo e qualquer tipo de discriminação.

“Mateus Solano conseguiu, com a excelência de seu personagem, dar atenção à temática da discriminação que sofrem os homossexuais”, afirmou Luiz Loures. “Tenho certeza que será um excelente Embaixador.” Na novela, o personagem mantinha uma relação difícil com seu pai, que não aceitava e discriminava o filho.

“É uma honra ser Embaixador de Boa Vontade do UNAIDS”, disse Mateus Solano. “Agora, mais do que nunca, é necessário conscientizar o público, principalmente os jovens, sobre as melhores formas de prevenir o HIV e tratar a AIDS—e sobretudo de acabar com qualquer espécie de discriminação”, afirmou.

Mateus Solano nasceu em Brasília em 1981, mas cresceu no Rio de Janeiro, onde vive atualmente. Já atuou em mais de 30 peças em teatros paulistas e cariocas, além de fazer participações em vários seriados da TV brasileira. Seus primeiros papéis de destaque ocorreram em 2009, na minissérie Maysa – Quando Fala o Coração, em que interpretou o compositor Ronaldo Bôscoli; no mesmo ano, na novela Viver a Vida; e, em 2012, na minissérie Gabriela, com o personagem Mundinho Falcão. A consagração veio em Amor à Vida, como Félix—personagem muito comentado e que conquistou a simpatia do público.


Mundo

Embaixadores de Boa Vontade

Conheça os outros Embaixadores Internacionais de Boa Vontade do UNAIDS:

Mosaico GWA-01 (1)