Um novo relatório lançado pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, adverte que a epidemia de AIDS pode ser prolongada indefinidamente se medidas urgentes não forem implementadas dentro dos próximos cinco anos.