quemsomos

Diretoria Executiva e Regional


Diretoria Executiva

Michel Sidibé, Diretor Executivo do UNAIDS

A nomeação de Michel Sidibé como Diretor Executivo Adjunto se efetivou no dia 1º de janeiro de 2009, com o cargo de Secretário Geral Adjunto das Nações Unidas.

Antes do UNAIDS, Sidibé trabalhou mais de 25 anos no serviço público. Começou sua trajetória em saúde e desenvolvimento mundial preocupando-se pela saúde e o bem-estar dos Tuaregs nômades da região de Timbuktu no Mali, sua terra natal. Posteriormente, assumiu o papel de diretor nacional da federação de desenvolvimento internacional “Terre des Hommes”.

Em 1987 começou a trabalhar com o UNICEF na República Democrática do Congo. Durante seus 14 anos no UNICEF, Sidibé supervisionou os programas de 10 países de língua oficial francesa na África. Também atuou como representante nacional do UNICEF em diferentes países africanos como Swazilândia, Burundi e Uganda.

Em 2001, ocupou o posto de diretor do departamento de apoio nacional e regional do UNAIDS. Em 2007, Sidibé foi nomeado diretor executivo adjunto de programas do UNAIDS e secretário geral assistente das Nações Unidas. Como tal, dirigiu o apoio que o UNAIDS oferece às respostas regionais e nacionais e às iniciativas relacionadas às políticas, evidências científicas, monitoramento e avaliação em âmbito mundial.

Sidibé tem dois diplomas pós-mestrado em planejamento social e demografia, e em desenvolvimento internacional e economia política pela Universidade de Clermont. É também mestre em economia. Em 2007, Sidibé foi nomeado professor honorário da Universidade de Stellenbosch, na África do Sul.

Nascido em 1952, Sidibé é natural do Mali. É fluente em inglês e francês. Também fala diversos idiomas africanos como o Bambara, o Mandingo e o Dioula. É casado e tem quatro filhos.

michelsidibeEXD

 

Saiba mais sobre o UNAIDS aqui.

Luiz Loures, Diretor Executivo Adjunto do UNAIDS

Dr. Luiz Loures começou a trabalhar no UNAIDS em 1996 e foi nomeado Diretor Executivo Adjunto do Programa e Subsecretário-Geral das Nações Unidas em janeiro de 2013.

Atualmente, ele lidera os esforços mundiais do UNAIDS para alavancar apoio crucial aos países para que consigam alcançar os objetivos globais pelo fim da epidemia de AIDS em 2030 e estabelecer uma resposta sustentável à ao HIV.

Dr. Loures é médico e tem quase 30 anos de experiência na resposta à AIDS. Seu engajamento com a causa vai desde a assistência médica a pessoas vivendo com HIV no início da epidemia até seu envolvimento dinâmico no desenvolvimento de um marco de trabalho para políticas globais de saúde. Em 2006, Dr. Loures foi premiado pelo jornal O Globo, um dos principais jornais do Brasil, com o Prêmio Faz Diferença, por sua importante contribuição para a resposta global à AIDS.

Antes de assumir suas funções atuais, Dr. Loures foi Diretor da Divisão de Assuntos Políticos e Públicos do UNAIDS, onde foi responsável pela gestão de vários procedimentos estratégicos e políticos, a fim de

promover a visão do UNAIDS e contribuir para a implementação eficaz do programa da organização. Além disso, ele já trabalhou também como Diretor do Escritório Executivo do UNAIDS, onde tinha como função supervisionar a direção estratégica e prestar assistência direta ao Diretor Executivo na implementação das estratégias do Programa. Antes disso, como Diretor Associado do Departamento de Apoio Regional aos Países, gerenciou as atividades do UNAIDS nas Américas e na Europa.

Antes de entrar para o UNAIDS, Dr. Loures ocupou vários cargos no Ministério da Saúde do Brasil, onde participou ativamente na criação e consolidação do programa nacional contra a AIDS de seu país, hoje  amplamente reconhecido entre os mais eficazes na resposta à epidemia.

Ele foi responsável direto pela concepção do programa de acesso universal à terapia antirretroviral para pessoas vivendo com HIV no Brasil. Além disso, no início dos anos 80, deu os primeiros passos no tratamento da AIDS, diagnosticando alguns dos primeiros pacientes do país.

Nascido e criado no Brasil, Dr. Luiz Loures estudou medicina na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde se especializou em Terapia Intensiva. Ele também tem um mestrado em Saúde Pública pela Universidade da Califórnia, em Berkeley, e é fluente em português, espanhol, inglês e francês.

The 36th meeting of the UNAIDS Programme Coordinating Board, 2 July 2015, Geneva, Switzerland. 36th UNAIDS Programme Coordinating Board – Thematic Segment AGENDA HIV IN EMERGENCY CONTEXTS 2 July 2015 http://www.unaids.org/sites/default/files/media_asset/20150702_UNAIDS_PCB36_Thematic_agenda_EN.pdf

 

Saiba mais sobre o UNAIDS aqui.

Jan Beagle, Diretora Executiva Adjunta do UNAIDS

Jan Beagle assumiu o cargo de Diretora Executiva Adjunta do UNAIDS em Setembro de 2009. Ela detém o posto de Subsecretária-Geral das Nações Unidas (ASG). Beagle traz para esta posição mais de 30 anos de experiência nas áreas de política, desenvolvimento, gestão e trabalho interagencial nas Nações Unidas, bem como uma vasta experiência na gestão de mudança.

Ela lidera o trabalho do UNAIDS na promoção da governança eficaz do Programa Conjunto e fornece orientação estratégica para as funções de gestão globais – nas áreas de recursos humanos, finanças, orçamento, tecnologia da informação e administração – para melhorar a capacidade do UNAIDS de implementar o seu mandato e visão. Ela representa a organização em muitos organismos interagenciais, inclusive como Vice-presidente da Comissão de Alto Nível sobre Gestão, entre outros.

 

Mais recentemente, Beagle serviu como Diretora-Geral Adjunta do Escritório das Nações Unidas em Genebra, onde ela apresentou melhorias nos sistemas e práticas para fortalecer a gestão e promover a coerência de todo o sistema. Anteriormente, como Subsecretária-Geral Adjunta para a Gestão de Recursos Humanos nas Nações Unidas, ela era responsável pelo desenvolvimento e implementação de políticas e programas de organizacionais de recursos humanos para o Secretariado global. Nesta capacidade, ela liderou o desenvolvimento de uma estratégia inclusiva de gerenciamento de recursos humanos: “Investindo nas Pessoas” (em inglês, Investing in People).

Beagle também atuou em cargos de chefia no Escritório Executivo do Secretário-Geral, no Gabinete do Administrador do PNUD, no Gabinete do Sub-Secretário-Geral para Gerenciamento e no Departamento de Assuntos Políticos e do Conselho de Segurança. Em todas essas posições, ela tem se envolvido em inúmeras iniciativas de gerenciamento de mudanças ao nível do Secretariado das Nações Unidas e do sistema das Nações Unidas.

 

Antes de ingressar na Organização das Nações Unidas, Jan Beagle serviu o serviço diplomático de seu país, incluindo cinco anos como delegada para as Nações Unidas. Ela tem um mestrado com honras de primeira classe da Universidade de Auckland, Nova Zelândia. Ela é casada e tem três filhas.

Jan Beagle, Deputy Executive Director talking at Meet the leaders: UN leaders meet communities during the AIDS 2014 conference at the Melbourne Convention Centre in Melbourne on July 22, 2014. Pic by Mal Fairclough

Saiba mais sobre o UNAIDS aqui.

 

Diretoria Regional

César Antonio Núñez, Diretor do Escritório Regional para América Latina do UNAIDS

Dr. Núñez possui mais de vinte anos de experiência em gestão de programas de HIV e saúde pública internacional, com um vasto conhecimento das tendências epidemiológicas regionais do HIV e da resposta à AIDS na América Latina e Caribe.

Das suas funções como Diretor Regional do UNAIDS, Dr. Núñez promove o apoio dos líderes latino-americanos para a resposta à AIDS, com a participação de chefes de Estado, governos e ministros; também influencia o desenvolvimento de estratégias para a promoção regional sobre temas essenciais (como por exemplo, HIV e o uso de drogas injetáveis; sua prevenção; o acesso à informação; as mulheres/meninas e a AIDS; as profissionais do sexo; os homens que fazem sexo com homens; a comunidade trans; os imigrantes e outros); coordena contatos e conexões com organizações intergovernamentais (UNASUL[1], CELA[2], SICA[3]; MERCOSUL[4], ORAS[5], organizações e redes da sociedade civil e os doadores); e convoca reuniões regulares de parceiros continentais, permitindo assim o monitoramento da epidemia, os intercâmbios de informação e discussões substanciais que envolvem invariavelmente a proteção social e as políticas públicas.

Um elemento central de seu trabalho com os governos da América Latina é o acompanhamento dos compromissos propostos na Declaração Política de 2011, aprovada pelos Estados Membros na Assembleia Geral das Nações Unidas; e mais recentemente, a contribuição da região para desenvolver a agenda pós-2015.

Com uma especialização em Saúde Pública Internacional (MPH) da Universidade de Washington em Seattle, o Dr. Núñez foi Diretor do Programa Nacional de AIDS no Ministério da Saúde de Honduras e Diretor de Políticas do Programa Regional do USAID para fortalecer a resposta Centro-americana ao HIV (PASCA). Suas contribuições durante o início da epidemia foram determinantes para o fortalecimento da resposta ao HIV, particularmente quando a terapia antirretroviral ainda não estava disponível.

[1]  União de Nações Sul-Americanas.

[2] Centro de Estudios Latinoamericanos.

[3] Sistema de la Integración Centroamericana.

[4] Mercado Comum do Sul.

[5] Organismo Andino de Salud.

Foto: UNAIDS

 

Saiba mais sobre as ações do Escritório Regional para América Latina do UNAIDS aqui.