quemsomos2

Copatrocinadores


O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) une esforços de 11 organismos das Nações Unidas para o enfrentamento da epidemia global de AIDS.
Nesse sentido, cada organismo possui um determinado mandato, determinado durante as reuniões de alto nível da Junta de Coordenação de Programa – conhecida também pela sigla em inglês PCB (Programme Coordinating Board) -, que orienta ações e esforços para o enfrentamento conjunto da epidemia global de AIDS.

logosCO-01-01

Clique em cada aba abaixo para saber mais sobre os mandatos de cada uma das agências na resposta global à AIDS:

ACNUR

O Alto Comissariado das Nações Unidas  para Refugiados (ACNUR) desenvolve importantes programas relacionados ao HIV na África, Ásia, Américas, Oriente Médio e Europa Oriental. Além disso, o organismo co-convoca equipes de intervenção interagenciais para tratar questões relacionadas ao HIV em emergência humanitárias, as quais envolvem, entre outras tarefas, coordenar apoio técnico de HIV para pessoas deslocadas. Como principal organização responsável por tais populações, o ACNUR desempenha um papel fundamental, servindo como ponto de entrada para os governos e outros stakeholders que requerem apoio técnico do UNAIDS.

11137173_1011556308854579_8741709328519255541_n

 

Visite o site oficial do ACNUR aqui.

UNICEF

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), um copatrocinador fundador do UNAIDS, é a voz principal para as crianças na resposta global à AIDS. O Fundo tem o objetivo de alcançar uma geração livre da AIDS, em que todos os bebês nasçam livres do HIV e onde as crianças que vivem com e afetadas pelo vírus tenham acesso ao tratamento, cuidados e apoio que precisam para prosperar. A resposta ao HIV do UNICEF para as crianças se esforça para garantir o acesso à prevenção, tratamento e cuidados por todas as crianças, independentemente de sua idade, renda, identidade de gênero e classe social.

11112908_881986128524521_1774741604466778770_o

 

Visite o site oficial do UNICEF aqui.

PMA

A nutrição e a segurança alimentar são componentes essenciais de cuidados e apoio para pessoas vivendo com HIV e doentes de tuberculose. Em sintonia com a Política de HIV e AIDS de 2010 e em resposta à Estratégia do UNAIDS 2011-2015, o trabalho do Programa Mundial de Alimentos (PMA) em relação ao HIV é focado conectar a alimentação e a saúde pelo fornecimento de nutrição e assistência alimentar para melhores resultados em saúde, tais como a recuperação nutricional para pessoas subnutridas que vivem com HIV e pacientes com tuberculose, retenção em programas de cuidados e sucesso do tratamento. O PMA fornece suporte para indivíduos e famílias – incluindo alimentos, mas também dinheiro e vales-alimentação – a permitir um melhor acesso e adesão ao tratamento do HIV.

03-10-WFP-4144-syria

O PMA é também conhecido pela sigla em inglês WFP, World Food Programme.

Visite o site oficial do PMA aqui.

PNUD

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) é um copatrocinador fundador do UNAIDS, um parceiro do Fundo Global de Combate à AIDS, Tuberculose e Malária (Fundo Global) e um copatrocinador de várias outras parcerias internacionais de saúde. O trabalho do PNUD sobre o HIV, saúde e desenvolvimento potencializa pontos fortes da organização e mandatos de desenvolvimento humano, governança e desenvolvimento de capacidades para complementar os esforços dos organismos especializados focados em saúde das Nações Unidas.

cq5dam.web.460.306

Foto: PNUD/Divulgação

Visite o site oficial do PNUD aqui.

UNFPA

Para o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), tratar questões relacionadas ao HIV é essencial para alcançar o acesso universal à saúde sexual e reprodutiva e assegurar os direitos humanos e igualdade de gênero para todos. O Fundo promove a integração de serviços de saúde sexual, reprodutiva e do HIV para os jovens, as populações-chave e mulheres e meninas, incluindo aqueles que vivem com HIV. O UNFPA também apoia o empoderamento dessas populações para reivindicar seus direitos humanos e acesso aos serviços de que necessitam. Todo o trabalho do UNFPA sobre o HIV é feito pelo envolvimento e capacitação das comunidades que o seu mandato serve.

Foto: UNFPA Brasil/Facebook

Foto: UNFPA Brasil/Facebook

Visite o site oficial do UNFPA aqui.

UNODC

Como copatrocinador do UNAIDS, o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC) é a organização responsável pela prevenção, tratamento, cuidados e apoio relacionados ao HIV entre pessoas que usam drogas e aqueles que vivem e trabalham nas prisões. O organismo colabora com parceiros nacionais e internacionais, incluindo a sociedade civil e outros copatrocinadores do UNAIDS, para auxiliar os países no desenvolvimento e na implementação de intervenções destinadas a garantir que essas populações vulneráveis e frequentemente muito diversas possam acessar os serviços fundamentais para o HIV.

No Brasil, o UNODC é o atual Presidente do Grupo Temático Expandido do UNAIDS (GT/UNAIDS).

postal5

Uma das fotografias da exposição “A Liberdade de Olhar”, que mostra a vida e a realidade de dois presídios de Porto Alegre (RS) a partir da visão das pessoas privadas de liberdade e de funcionários. Foto: UNODC Brasil/Divulgação

Visite o site oficial do UNODC aqui.

ONU Mulheres

Abordagem estratégica da Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) para o HIV inclui o fornecimento de apoio técnico e financeiro aos Estados-Membros e as organizações de mulheres, particularmente aquelas de mulheres que vivem com HIV e na área da igualdade de gênero e AIDS. Para reduzir a vulnerabilidade de mulheres e meninas ao HIV, a ONU Mulheres procura abordar os desafios que resultam de relações de poder desiguais entre mulheres e homens.

10255495_773518192697610_1959810130802262248_n

Oficina gratuita de grafite sobre Pequim+20 e 16 Dias pelo Fim da Violência contra as Mulheres Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Visite o site oficial da ONU Mulheres aqui.

OIT

Como copatrocinadora do UNAIDS, a Organização Internacional do trabalho (OIT) é a organização responsável em políticas de trabalho e programas relacionados ao HIV e mobilização do setor empresarial. A OIT reconhece que o HIV tem um impacto potencialmente devastador sobre o trabalho e a produtividade e representa um enorme fardo para os trabalhadores, suas famílias e comunidades em uma série de maneiras. Por exemplo, o estigma e a discriminação relacionados com o HIV ameaçam seus direitos fundamentais no trabalho e prejudicam as suas oportunidades de obter um emprego decente e sustentável. O local de trabalho oferece um ponto de entrada único para chegar a este grande, vital e produtivo segmento da população. A organização está envolvida na resposta ao HIV desde 1998 através do mundo do trabalho.

Visite o site oficial da OIT aqui.

UNESCO

A Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (UNESCO) é um dos seis copatrocinadores fundadores do UNAIDS. Sob a Divisão do Trabalho do UNAIDS, a organização é responsável por liderar os esforços para apoiar os países e estimular a resposta do setor da educação ao HIV. Com mais de 70 escritórios, institutos e escritórios regionais em todo o mundo, a UNESCO tem mais de 50 funcionários dedicados ao trabalho em HIV e educação em saúde. A maioria destes funcionários são Oficiais de Programa Nacionais baseados em países que o UNAIDS priorizou para intervenções de alto impacto. A agência atua através das diversas esferas de seu mandato, como educação, ciências, cultura, comunicação e informação, para pressionar por uma resposta verdadeiramente multissetorial e abrangente para o HIV.

Visite o site oficial da UNESCO aqui.

OPAS/OMS

A organização conduz a resposta global à epidemia do HIV na área da saúde. Como copatrocinadora do UNAIDS, a Organização Pan-Americana da Saúde / Organização Mundial da Saúde (OMS/OPAS) assume a liderança no tratamento e cuidados relacionados ao HIV e a coinfecção do HIV e tuberculose e coordena o trabalho em conjunto o UNICEF sobre a eliminação da transmissão de mãe para filho do HIV, conhecida também como transmissão vertical.

Visite o site oficial da OMS/OPAS aqui.

Banco Mundial

O Banco Mundial há muito reconheceu a ameaça que o HIV representa para o progresso e desenvolvimento. O Banco ajuda a definir a resposta global ao HIV e se compromete com a visão de zero nova infecção por HIV, zero discriminação e zero morte relacionada à AIDS. Como copatrocinador do UNAIDS, é a agência responsável pelo apoio ao planejamento estratégico, incluindo planos nacionais de AIDS multissetoriais e realizando análises para apoiar políticas baseadas em evidências. Além disso, o Banco Mundial co-lidera projetos relacionados a assistência e transmissão sexual do HIV com o UNFPA e a proteção social com o UNICEF.

Visite o site oficial do Banco Mundial aqui.