Unindo ficção à realidade, UNAIDS e Rede Globo promovem debate em torno da AIDS

Nesta semana, iniciada em 21 de agosto, o  UNAIDS e a Responsabilidade Social da Rede Globo estão promovendo ações para incentivar o debate em torno de temas relacionados ao HIV e à AIDS. A iniciativa faz parte da parceria na plataforma de direitos humanos Tudo Começa pelo Respeito. O foco dessas ações é promover o debate em torno da repercussão dos capítulos da supersérie Os Dias Eram Assim e do episódio 5 da série Sob Pressão.

A série Sob Pressão levanta temas que buscam mostrar a realidade dos serviços de saúde e urgência e emergência no Brasil. No episódio 5, que foi ao ar no dia 22 de agosto, Maicon (interpretado por Rafael Losso) chega ao hospital com a sua esposa em trabalho de parto e confessa ao médico de plantão que teve relações sexuais sem preservativo antes do casamento com uma mulher que acabara de ser diagnosticada com HIV. Além de precisar fazer a testagem, Maicon também precisa contar à esposa que existe a possibilidade de ter transmitido o vírus para ela e para o bebê—já que o casal não fez os exames de pré-natal, como previsto.

Para a repercussão desse episódio, o UNAIDS foi convidado pela Rede Globo para apoiar a produção da mensagem de sensibilização, exibida no final da série, e na elaboração do conteúdo para a página de Responsabilidade Social, que busca levantar debates relevantes ligados às temáticas desenvolvidas pela área de entretenimento da emissora.

Já em relação à supersérie Os Dias Eram Assim, o UNAIDS tem apoiado a Rede Globo e alguns de seus programas incentivando debates com sugestões de convidados e temas, além de mobilização nas redes sociais. A mensagem de sensibilização, exibida ao final do capítulo do dia 21 da supersérie—quando a personagem Nanda recebeu o diagnóstico de que estava com AIDS—também contou com o apoio e sugestão do UNAIDS.

Em Os Dias Eram Assim, que se passa no início dos anos 80, a personagem Nanda (interpretada por Julia Dalavia) foi diagnosticada com AIDS, em uma época em que a doença ainda era muito desconhecida e o diagnóstico era visto como uma sentença de morte. As cenas tiveram grande repercussão nas redes sociais e tocaram muitas pessoas. “Quando esse tipo de ação de sensibilização acontece, fica claro que nós ainda estamos carentes de um debate sobre HIV e AIDS em nossa sociedade”, diz Daniel de Castro, Assessor de Comunicação do UNAIDS no Brasil. “Falar de HIV e de AIDS também é uma forma de trabalhar a prevenção. No mínimo, conseguimos alertar as pessoas para o fato de que a AIDS ainda não acabou e de que todo mundo precisa estar atento e se prevenir do HIV.”

Ainda como parte da estratégia, a campanha “Viver Melhor”, também fruto da parceria entre o UNAIDS Brasil e a Rede Globo, tem sido exibida nos intervalos da programação intervalos da programação, como forma de levar uma mensagem completa sobre a importância da prevenção e do tratamento para o HIV. “O filme criado em parceria com a Responsabilidade Social da Globo tem como objetivo alertar as pessoas, e principalmente os jovens, sobre a necessidade de se fazer o teste do HIV e de se prevenir”, explica Castro. “Além disso, ele cumpre uma missão importante de fazer a conexão entre a ficção e realidade, unindo entretenimento à informação e à educação.”

Untitled-1-01

Clique na imagem e assista ao vídeo da campanha Viver Melhor.

Outro complemento dessa estratégia foi um vídeo gravado pela Globo com o médico-psiquiatra Jairo Bouer, especialista em sexualidade, em que ele esclarece pontos importantes sobre  diagnóstico e tratamento do HIV e sobre o combate ao estigma e à discriminação. O vídeo faz parte da plataforma REP: Repercutindo Ideias, lançada pela diretoria de Responsabilidade Social da Globo, com o objetivo de compartilhar ideias sobre temas relevantes no debate de sociedade.

“O ‘REP’ é uma nova plataforma para dar voz ao público sobre temas de interesse social. Com o lançamento da nova temporada de ‘Malhação’, enxergamos a oportunidade de ouvir a contribuição das pessoas sobre o tema diversidade”, disse Beatriz Azeredo, diretora de Responsabilidade Social da Globo no lançamento da plataforma em maio.

O REP produzido com o Dr. Jairo Bouer faz parte de uma série de vídeos feitos sobre temas relevantes abordados na série Sob Pressão.

O Programa Encontro com Fátima do dia 21 de agosto dedicou mais de 20 minutos ao debate sobre a epidemia de HIV entre jovens e à repercussão da cena que iria ao ar naquela noite, com a personagem de Nana, em Os Dias Eram Assim. O debate contou também com a presença do Dr. Jairo Bouer e de Andreia Fernandes, assistente social, HIV-positiva, com uma história semelhante a da personagem da série. 

Veja também a repercussão nas redes sociais com as hashtags #SobPressao e #OsDiasEramAssim.