Embaixadora de Boa Vontade do UNAIDS Brasil, Wanessa Camargo, participa de conversa sobre HIV e discriminação com a Revista Glamour

A Embaixadora de Boa Vontade do UNAIDS Brasil, Wanessa Camargo, participou, na noite do dia 24 de agosto, de um Facebook Live na página da Revista Glamour, da Editora Globo. A conversa foi sobre HIV e discriminação e contou também com a participação do ator e youtuber Gabriel Estrela e dos jornalistas Nathan Fernandes, da Revista Galileu, e Felipe Carvalho, da Glamour.

Wanessa Camargo bate papo com a Glamour e Galileu

Wanessa Camargo, embaixadora da Unaids, fala com a Glamour e a Galileu sobre HIV, aids e preconceito. Mande suas perguntas!

Posted by Glamour Brasil on Thursday, August 24, 2017

Em um debate descontraído de 50 minutos, Wanessa lembrou que a AIDS é um tema que deve ser discutido por todos. A conversa repercutiu a parceria do UNAIDS com a Rede Globo, que promoveu debates sobre o tema a partir da inserção de personagens diagnosticados com HIV na série Os Dias Eram Assim, na série Sob Pressão e da discussão do tema no programa matinal Encontro com Fátima.

Wanessa também contou um pouco sobre sua trajetória como Embaixadora do UNAIDS e do seu próprio processo de reeducação e aprendizagem sobre HIV desde que começou a parceria, há dois anos. Segundo ela, foi possível descobrir o quanto a discriminação pesa sobre as pessoas que vivem com HIV e as populações mais vulneráveis. Wanessa destacou a importância de encontros com jovens engajados no tema e de fazer perguntas que podem ajudar na hora de comunicar sobre o HIV.

O debate também focou nos jovens e na importância da educação sexual. “Todo mundo faz sexo, os jovens vão fazer sexo. Temos que falar sobre isso”, disse Wanessa, que defendeu a importância de se criar espaços seguros para o debate sobre sexualidade e sobre HIV. Segundo ela, adolescência é uma fase muito vulnerável e o fim do tabu é essencial para o fim da epidemia de AIDS.

Durante a conversa, os convidados destacaram a importância do uso de preservativo, do teste para o HIV e de como o tratamento avançou nos últimos anos. A disponibilização do teste de farmácia também foi mencionado, com uma comparação ao teste de gravidez, que pode ser uma ferramenta contra a discriminação como forma de tornar essa ferramenta ainda mais acessível, sensibilizando todos sobre a importância de dar seguimento com um médico.

O live teve mais de 23 mil visualizações no Facebook, 400 comentários e 50 compartilhamentos, incluindo publicações importantes como a GQ Brasil e Revista Vogue.

Veja a repercussão nas redes sociais do UNAIDS: