Acontece I Mostra de filmes e exposições sobre Zero Discriminação

As comemorações na capital federal para o Dia Mundial de luta contra a AIDS (1/12) e o Dia Internacional de Direitos Humanos (10/12) contarão este ano com uma iniciativa inédita: a I Mostra Internacional de Filmes #ZeroDiscriminação. O evento tem como objetivo promover uma reflexão através da arte sobre as diferentes formas de discriminação e violação dos Direitos Humanos.

A Mostra #ZeroDiscriminação, que acontecerá de 1 a 10 de dezembro em Brasília, contará com dez filmes e documentários de nove países diferentes. O premiado filme americano Clube de Compras Dallas abrirá a Mostra, com uma sessão no dia 2/12, às 19h, precedida de cerimônia de abertura e debate. Quem comparecer às sessões poderá também visitar exposições fotográficas  instaladas nas unidades da Asa Sul da Casa Thomas Jefferson e da Aliança Francesa, locais onde os filmes serão exibidos

Coordenada pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o HIV/AIDS no Brasil (UNAIDS), a iniciativa é resultado de uma parceria com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC), o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e 12 representações diplomáticas com sede em Brasília: Alemanha, Chile, Espanha, Estados Unidos, França, México, Países Baixos, Polônia, Portugal, Reino Unido, Suécia e União Europeia.

“A epidemia da AIDS só poderá ser vencida com o respeito aos Direitos Humanos. Essa é a mensagem que a comunidade internacional traz, unindo-se nessa iniciativa e declarando zero tolerância à discriminação”, afirma Georgiana Braga-Orillard, diretora do UNAIDS no Brasil. “O nosso desejo é fazer com que o cinema e a arte inspirarem cada um de nós a sermos agentes de transformação”, diz.

Exposições fotográficas
Além dos filmes, a mostra conta ainda com duas exposições fotográficas. A TRANS[ver], do fotógrafo Fábio Rebelo, poderá ser visitada na Aliança Francesa da Asa Sul de 1 a 10 de dezembro. As fotos retratam travestis e transexuais e suas modificações no corpo, roupas e modo de agir, como forma de expressar com naturalidade que elas também são pessoas com direitos e que merecem ser vistas e tratadas com respeito.

A exposição A liberdade do olhar poderá ser visitada de 1º a 10 de dezembro, na Casa Thomas Jefferson  da Asa Sul. O trabalho mostra a vida e a realidade de dois presídios de Porto Alegre (RS) a partir da visão das pessoas privadas de liberdade e de funcionários. As exposições também são gratuitas.

IMostraZeroDiscriminacao1

NOTAS AOS EDITORES
:
As sessões terão entrada franca e os ingressos poderão ser retirados uma hora antes do horário de exibição, sujeitos à disponibilidade de assentos.  

Clique aqui para a programação completa.

O QUE: I Mostra Internacional de Filmes #ZeroDiscriminação.
QUANDO: 1 a 10 de dezembro.
ONDE: Casa Thomas Jefferson e Aliança Francesa – Asa Sul, Brasília.

Iniciativa #ZERODISCRIMINAÇÃO:
Lançada mundialmente pelo UNAIDS em 1º de março de 2014, a Iniciativa #ZeroDiscriminação celebra o direito de todos a uma vida plena e produtiva, com dignidade, não importando sua origem, orientação sexual, identidade de gênero, raça ou etnia. Unindo vozes, comunidades, indivíduos e sociedades, o UNAIDS acredita que seremos capazes de transformar o mundo em um lugar melhor para se viver – todos os dias e em todos os lugares. A #ZeroDiscriminação busca demonstrar que todos podem ser informados e sensibilizados para promover a tolerância, a compaixão e paz.

Borboleta #ZeroDiscriminação
A borboleta da Iniciativa #ZeroDiscriminação, adotada como símbolo da transformação pela qual todos nós podemos passar, representa o compromisso de cada um em assumir um comportamento aberto ao novo e à diversidade, assim como à promoção da respeito e da tolerância.

Mateus Solano, porta-voz #ZeroDiscriminação
Depois do sucesso vivido com o personagem homossexual Félix, na novela Amor à Vida (TV Globo), o ator aceitou o convite para se tornar um Embaixador de Boa Vontade do UNAIDS no Brasil e porta-voz da Iniciativa #ZeroDiscriminação. O carisma do vilão fez com que ele caísse nas graças do público, levando a audiência a pedir um desfecho feliz para o personagem, que acabou protagonizando um inédito beijo gay ao final da trama. Nomeado para o posto dia 22 de agosto de 2014, Solano tem dedicado parte de seu tempo para o engajamento em campanhas do UNAIDS e entrevistas com a mídia para falar sobre o tema.

CONTATOS
UNAIDS Brasil: Daniel de Castro, tel. +55 61 3038 9221 decastrod@unaids.org
UNAIDS Brasil: Jessyca Zaniboni, tel. +55 61 3038 9228 zanibonij@unaids.org